Recentemente, numa clínica de Magé, na Baixa Fluminense um homem de 53 anos foi preso pela Polícia Civil por comprometer a integridade física de uma paciente que ia simplesmente fazer uma massagem.

A senhora queixava-se de dores nas costas e por isso mesmo decidiu que seria uma boa ideia fazer uma massagem relaxante, o que ela não estava a contar era encontrar-se com um terapeuta sem escrúpulos.

Este homem estava há quatro meses a trabalhar para a clínica em questão e anteriormente fez um curso de terapia holística através da internet. Segundo o testemunho da vítima, enquanto fazia massagem passou as mãos pelas partes intimas da senhora.

A senhora levantou-se super assustada e o homem pediu-lhe desculpa imediatamente, e afirma que não se conseguiu controlar, alegando:

“sou homem… isto acontece!”.

A vitima saiu a correr e foi fazer queixa à esquadra. Encontrava-se em estado choque e chorou imenso. Logo de imediato a polícia deslocou-se até a clinica para deter o acusado e ele ainda alega que pediu desculpa à senhora e que “esbarrou” várias acidentalmente nas partes intimas da paciente.

Ainda não se sabe a decisão do juíz, mas sabe-se que vai responder pelo crime de importunação sexual sem permissão e que pode vir apanhar pena de 1 a 5 anos de prisão.

Imagem de destaque:<Photo by John Fornander on Unsplash

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS