Uma pessoa não pode ser solteira que logo tendem a tentar ajudá-la a encontrar um novo amor. Como se fosse possível um novo amor despertar do nada, as pessoas não percebem que para existir amor já teve no passado de existir uma boa amizade, paixão secreta.

Pode se estar sozinho por diversas razões, podemos-nos querer conhecer a nós próprios, querer alguém que em vez de de se comportar como criança haja como homem, que em vez de mandar mensagem, ligue, que em vez de nos excluir nos apresente para toda a gente, pais, amigos, ex-namorados(as), queremos sentir que aquilo é para durar, queremos alguém que em vez de olhar para o nosso decote repare no nosso sorriso, queremos alguém que em vez de por a mão no nosso rabo pegue na nossa mão, que em vez de chamar gostosa nos chame de lindas.

“Amar não é só bons momentos é estar lá nos maus momentos para animar (…)”

Existem muitas formas de de dizer “eu amo te” pode ser através de simples gestos “veste o casaco, olha que está frio”; “Trouxe te um café”; “Ja descansaste?”; “Já almoçaste”; “Ouvi uma musica que me fez lembrar de ti”; “Estou com saudades”; “Sinto a tua falta”. O amor não precisa ser declarado, pequenas coisas, pequenos gestos mudam tudo, de que serve alguém nos levar todos os dias a jantar fora, oferecer presentes caros se não cuidamos durante o dia, se não fazemos os possíveis e os impossíveis para ver a outra pessoa sorrir?? Amar não é só bons momentos é estar lá nos maus momentos para animar o ego da pessoa, aturar as discussões, contar ate dez para não acabar contigo, é saber pedir desculpa. Por isso às vezes somos felizes sós, em busca de alguém que se comporte a altura de um homem, não, não é um príncipe encantado é alguém que saiba enfrentar um problema de frente, alguém que cuide da cara metade, alguém que aceite os nossos defeitos.

VÊ TAMBÉM