Comprar uma casa nova é, certamente, um grande desafio, mas quando a opção recai numa casa usada o desiderato não é menor, especialmente se o fizer numa grande cidade como Lisboa.

Se, por norma, os ajustes numa casa nova se prendem com questões mais estéticas do que práticas, numa casa em segunda mão há assuntos do foro estrutural decorrentes do uso ou da antiguidade que terá que ter em conta. A isto junta-se também a escassa oferta de habitações “usadas” na capital, o que pode valer-lhe perder muito tempo numa aturada pesquisa de mercado.

Por isso, se está a pensar em comprar uma casa em segunda mão em Lisboa, não se esqueça de…

Analisar o mercado

É do conhecimento geral que o mercado imobiliário na capital continua proibitivo à maior parte das bolsas e nem a pandemia o acalmou, dado que os preços continuam a aumentar, ainda que a um ritmo mais lento.

Apesar de não ser liquido e ainda existir muita indefinição em relação ao futuro, é possível que, com o fim das moratórias e a queda a pique do Turismo que se reflete imediatamente na procura pelo Alojamento Local, podem trazer novos imóveis ao mercado e, consequentemente, faça os preços baixarem.

Tenha isto em conta se esta a pensar em comprar uma casa em Lisboa, ainda que usada, e pondere se pode esperar mais uns meses até que os preços baixem.

Avaliar as suas finanças e formas de financiamento

Para além de perceber a dinâmica do mercado imobiliário em Lisboa, é essencial olhar também par o seu bolso, que é como quem diz, perceber qual a sua disponibilidade financeira no momento e talvez ponderar um pedido de crédito habitação (as taxas de juro tês estado próximas do zero).

A somar a todos os custos com a compra da casa, deve ter ainda em mente que uma casa em segunda mão pode precisar de obras de reabilitação e, claro está, os gastos com IMI, eletricidade, água, gás, seguros, etc.

Escolher a localização em função das suas necessidades

Se há quem não se importe de viver longe do local de trabalho e andar de transportes públicos ou passar horas intermináveis no caótico trânsito lisboeta, também há quem faça da localização um fator decisivo na compra de casa.

A juntar a isto há ainda fatores como a segurança, o sossego ou a proximidade de comércio e serviços que também pesam na compra de casa. Antes de partir para a aquisição, coloca em cima da mesa as suas necessidades Presentes e Futuras (proximidade a creches ou escolas se pondera ter filhos ou tem crianças pequenas, por exemplo) e compare-as com a zona onde pretende ir morar.

Verificar o estado da casa

Comprar uma casa em segunda mão pode ser como abrir um “Kinder Surpresa”, se não proceder à verificação de coisas tão essenciais como as instalações de água, gás natural e eletricidade, bem como todas as ligações e equipamentos.

Apesar do parque habitacional da capital ter sofrido uma vasta e profunda intervenção de reabilitação nos anos mais recentes, a verdade é que existem ainda muitas casas a precisarem de pequenas reparações em Lisboa.

Se, por exemplo, precisar de substituir a canalização, já existem empresas que, de forma simples e rápida, lhe arranjam um canalizador em Lisboa com a garantia de que o serviço será realizado com eficiência e sem atrasos ou surpresas no orçamento final.

Este é o caso da Fixador, especialistas em pequenas reparações domésticas que, com um simples contacto telefónico, coloca ao dispor dos lisboetas não só profissionais de canalização, mas também pintores, eletricistas, carpinteiros e ainda especialistas na instalação de dispositivos inteligentes (iluminação, projetores, etc.) e assistência tecnológica (problemas de software, otimização do sinal de Wi-Fi, etc.).

Para usufruir dos serviços da Fixador, basta aceder ao website da empresa através do PC ou smartphone e escolher o serviço pretendido, bem como a data e horário para a resolução desse serviço.

A partir daí, receberá uma confirmação e toda a informação do colaborador da empresa responsável pelo respetivo serviço. Segue-se o envio de uma estimativa do valor à hora pelo serviço pretendido a que acrescem, posteriormente, os custos de materiais que o colaborador irá apresentar quando se deslocar ao local dos trabalhos.

Verificar os documentos da casa

Com a salvaguarda das devidas diferenças, tal como uma pessoa ou um carro, uma casa também possui documentos, documentos esses que lhe podem revelar a existência de uma penhora, hipoteca ou se o IMI está pago.

Por isso, o nosso conselho é para que, antes de fazer uma proposta para a aquisição de um imóvel, deve verificar todos os documentos do mesmo.

Esta documentação pode ser consultada na Conservatória do Registo Predial ou, no caso do IMI, junto da Autoridade Tributária.

Nesta ronda pela documentação da casa, aproveite ainda para verificar se as mensalidades do condomínio estão em dia e se a casa tem o certificado energético emitido, algo que é exigido por lei.

Este é um documento que indica todos os gastos energéticos da casa e sugere várias melhorias que pode fazer para a tornar mais eficiente do ponto de vista energético.

Orientação solar

Apesar de aparentemente ser um fator menor, a verdade é que a orientação solar das casas é uma das características mais procuradas.

Se isto é um fator determinante para si, procure casas viradas a sul, pois estas têm mais luz e estão mais protegidas do vento norte característico de Lisboa.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS