Ela é uma mulher de personalidade forte e apaixonada que não deixa que nada a afecte. Ela passa a vida a ultrapassar todo o tipo de problemas. Mágoas. Relações disfuncionais, falhadas. Desilusões. Erros. Contudo, ainda assim a vês com um sorriso de orelha a orelha a falar sobre o seu dia-a-dia, como se nada se tivesse passado.

Ela é aquela mulher que imediatamente te anima com o seu sorriso. A rapariga que dá um brilho ao teu dia e parece que tem uma quantidade infinita de amor para tudo à sua volta. A mulher que carrega o peso do Mundo, contudo parece como se não tivesse uma única preocupação na sua cabeça.

As pessoas olham para ela e pensam que ela tem tudo. Tem a sua vida resolvida. Porque ela é forte e bem-sucedida. Mas mal sabem eles, que isso é precisamente o que ela quer que eles pensem.

Sim, ela parece ter um coração de pedra e uma atitude de “eu consigo”, mas esse é o lado que ela permite que os outros conheçam.

Ela parece inquebrável, mas ninguém sabe o que ela sentem no seu coração. E ninguém nunca vai ser capaz de suportar a dor que ela carrega dentro dela. Eles vêem-na durante o dia, toda arranjada com o seu lindo sorriso quando ela tem a energia para fingir. Mas ninguém sabe como ela fica ou o que sente depois de um longo dia a lutar para conseguir fazer tudo, ela finalmente deita-se na cama e os pesadelos começam a desvendar-se.

Porque ela nunca deixa que ninguém a apanhe vulnerável.

Ela irá estar lá sempre para ti para te animar quando estiveres triste, mas quando sentir aquela vontade dolorosa de chorar até mais não, vai engolir as lágrimas até poder emergir na sua solidão e deixar a sua dor correr.

De cada vez que o Mundo fica demasiado duro com ela e ela fica à beira de um esgotamento, ela lida com isso sozinha. Ela prefere sofrer em silêncio. Porque ela tem medo de mostrar as suas falhas a um muno cruel e maldoso. Ela tem medo de despir a sua alma e revelá-la às outras pessoas.

As pessoas descrevem-na como a rapariga mais alegre e barulhenta. Elas consideram-na um raio de sol. Aquele ser vibrante. A solução para todos os problemas. Todos vêm ter com ela na procura de um conselho sábio para os seus problemas. Porque ela é aquela que sabe sempre o que fazer.

Eles esperam que ela tenha sempre os seus problemas orientados. Porque nada na vida a consegue abater.

E ela só acena e oferece a sua consolação tão desejada sobre os seus primeiros maiores-problemas-do-mundo, mesmo que a única coisa que ela queira realmente fazer é gritar em plenos pulmões e dizer-lhes que eles nem fazem ideia do que são realmente problemas a sério. Mas ela acaba com os seus impulsos e apenas ouve. Ela percebe, e apenas tenta ser uma boa amiga.

Até porque, “ninguém tem nada a ver com os meus problemas”, diz ela para si própria.

E assim que chega a casa, todas as suas inseguranças, medos e demónios interiores, saem para a torturar. Por muito que ela prefira ficar sozinha, ela odeia aquelas noites melancólicas. Mesmo que a sua armadura brilhante pareça indestrutível, as suas emoções perigosas colocam-na para baixo e destroem-na.

As suas inseguranças intrometem-se com a sua confiança, os seus medos matam as últimas esperanças que ela tem de encontrar a felicidade e os seus demónios fazem-na sentir-se pior. Mas o que ela não percebe é que ela é a sua força interior. Ela é poderosa. E ela é corajosa para caraças!

Ela está a lutar, mas todos os dias ela decide seguir em frente. Apesar da sua tristeza. Apesar da sua mágoa intensa.

Depois de tudo, ela arranja forma de se levantar de manhã, escava à procura de uma última réstia de esperança e sorri apesar da dor. Ela é forte porque ela arranja forma de sobreviver à crueldade deste mundo e continua de pé firme.

E isso requer uma grande coragem.

Traduzido e adaptado pela equipa de Inspiring Life

Fonte: The Power of Silence

Autora: Stephanie Reeds

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS