Eu sou intensa. Fato. E por muito tempo ouvi que isso era ruim. Eu me sentia péssima por sentir demais, por desejar demais e por acabar vivendo o que eu queria de menos. Quando você tem essa característica você quer viver tudo o que deseja nesse exato momento. Não possuí algum filtro para racionalizar que certas coisas precisam de tempo ou para compreender que algumas pessoas não sabem lidar com nada que é imenso e profundo demais.

A intensidade é um coração gigante que bate em busca de realizar pequenos momentos que fazem com que ele se complete cada vez mais.

Mas posso te contar um segredinho?

Ser intenso não é sinônimo de estar completamente apaixonado.

A minha intensidade não permite que eu crie jogos de sedução, só isso. Sou curta e direta. Se eu o quero agora, eu vou te falar “quero vê-lo hoje, vamos?”. Esperar para responder? Para que se eu quero passar um tempo jogando papo fora contigo?! Eu assumo e busco exatamente o que eu quero. Pode ser que amanhã, porventura, meu desejo seja o mesmo de hoje, ou pode ser que isso já não me sacie mais.

A verdade é que poucos estão preparados para nós, os intensos. Estamos acostumados demonstrar sentimentos na hora que queremos, amamos com a alma, colorimos o cinza e trazemos agitação para a vida de qualquer um.

Nunca espere monotonia quando estiver com alguém intenso, não somos assim. Somos dispostos, animados, decididos.

Então é comum assustar umas pessoas por aí, mas e daí?

Se assustou com nosso jeito, é porque não merece o que temos para oferecer.

Não vou negar que eu já sofri por ser assim. É que a gente quer para ontem e acabamos metendo tudo pelas mãos. Poucas pessoas entendem e gostam disso, então acontece de nos depararmos com pessoas que correm para longe, mas sabe o que eu aprendi? Que momentos vão e vêm a todo instante, cabe a nós nos dedicarmos somente àquelas pessoas que topam viver sem se preocupar com o amanhã. Com o tempo, você vai aprender a filtrar, acredite.

Eu já percebi que toda pessoa intensa tem uma capacidade incrível de se refazer e no outro dia, fazer tudo de novo. A gente quer viver, não importa se ontem caímos. Não importa!

Isso tudo é porque acreditamos no amor e faremos de tudo para viver cada fração de segundo dele.

Ouvi dizer que ser intensa é problemão, não concordo com isso. Eu prefiro viver com a certeza que estarei vivendo matando meus desejos e não arrependida de não os ter feito, do que viver pensando em cada atitude tomar para não assustar o outro.

Então se é problemão, meu amigo, eu tenho dos mais sérios!

Por: MissLimão: Daniele Denez e Déborah Izy

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS