Todos nós temos algo que nos interessa mais, contudo, enquanto crianças, conseguimos ficar realmente obcecados por algo, como por exemplo, dinossauros. Mas sabias que essa “obsessão” pode tornar-te mais inteligente?

Crianças que são apaixonadas por dinossauros conseguem nomear dezenas de espécies e saberem todos os pormenores de cada um deles, incluindo o que comeram, como viveram e até quando morreram, ao contrário de um adulto que normalmente só tem a capacidade de citar cerca de 10 dinossauros, ou menos.

De acordo com uma pesquisa realizada pelas universidades de Indiana e Wisconsin, este incrível conhecimento das crianças sobre os dinossauros baseia-se num fenômeno que, no campo da Psicologia, é conhecido como “intensos interesses”. Basicamente trata-se de uma motivação bastante forte para um determinado tópico.

“(…) permanece durante toda a sua vida, servindo como um “refúgio” ao longo dos anos.”

Apesar de na maioria das pessoas este interesse se manter apenas entre os 2 e os 6 anos de idade, nalgumas permanece durante toda a sua vida, servindo como um “refúgio” ao longo dos anos.

Na realidade, não importa qual o objeto do interesse, mas sim o esforço que as crianças dedicam e a paixão que vivem.

Este “intenso interesse” é bastante benéfico para o desenvolvimento intelectual das crianças, fazendo com que não só estas adquiram mais conhecimento sobre um determinado assunto, mas também melhorem a perseverança, a atenção e as suas habilidades de pensamento mais complexo como o processamento de informações. Também foi provado que as habilidades linguísticas são significativamente melhoradas e são um indicador de alta compreensão.

Na verdade, a forma como as crianças estudam os dinossauros – ou qualquer outro assunto que seja do seu interesse, revela a estratégia que mais tarde usarão para enfrentarem o seu futuro e todos os problemas que possam surgir ao longo das suas vidas.

“(…) existindo apenas 20% das crianças que ainda são apaixonadas pelo mesmo objecto à medida que crescem.”

Infelizmente, estes interesses apenas duram entre seis meses e três anos, existindo apenas 20% das crianças que ainda são apaixonadas pelo mesmo objecto à medida que crescem.

Assim sendo, se os teus filhos demonstram bastante interesse por algum assunto, sejam dinossauros ou não, não os impeças de procurarem saber mais nem desencorajes o seu interesse. Mais tarde vais agradecer! 🙂

Fonte: Ricon Psicologia

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS