Se você acredita que a vida não vale a pena. Se você sofreu uma grande decepção amorosa, familiar ou profissional. Se a sua infância foi triste… Se você não teve pais que te amaram como você achava que merecia, ou se eles foram e são super protetores a ponto de não te deixarem viver a própria vida. Se a vida te ofereceu momentos de dor, de miséria, de desamor…. Se você sente que não existem mais motivos para continuar vivendo… Se seu sofrimento está tomando conta de você e de todos a sua volta… Se te fizeram mal a ponto de que, o medo e a tristeza, tenham se transformado em sentimentos de mágoa, rancor, inferioridade…. Peço para que mesmo com tudo isso, você FIQUE! Não desista da vida!

A vida vale a pena sim!

Prove para o mundo que o seu amor pode mudar tudo e a todos, inclusive a você mesmo! Se permita oferecer ao outro aquilo que gostaria que tivessem te oferecido. Ensine ao mundo como o amor deve ser, mesmo que você não tenha recebido esse amor, se você acredita que deveria ter recebido mais, ou melhor é porque você já sabe o que é amor, ofereça isso ao mundo! O mundo precisa de amor e você aprendeu isso, com sofrimento, mas aprendeu! Então comece agora mesmo a pensar em maneiras, em projetos que você possa se vincular para ensinar o maior numero de pessoas possíveis, a melhor forma de amar.

O mundo precisa de pessoas como você, nós precisamos de você. E são pessoas assim, como você que fazem a vida valer a pena!

Não seria justo, logo você, abandonar essa vida, já que precisamos tanto de pessoas que sabem amar!

Seja o amor que você deseja receber do mundo! Tenha filhos, ou ao menos um, e prove para ele que esse amor existe, e só assim poderá entender que os nossos pais não são perfeitos, aliás, ninguém é!

Aceitar a imperfeição é o primeiro passo para valorizar a vida, porque mesmo imperfeitos ainda temos condições, se quisermos, de fazer o bem!

Quando a tristeza invadir, faça caridade!

Não tem melhor presente do que ser aquele que ajuda, mais do que ser aquele que é ajudado.

Quando fazemos caridade percebemos que existem muito mais sofredores no mundo, em situações, muitas vezes piores que a nossa.

Sei que quando se chega a uma situação extrema de querer acabar com tudo, a vontade de sair para fazer qualquer coisa, até mesmo caridade, desaparece…. Você oscila entre a vontade de viver e a certeza de que deve ir embora e acabar com esse tormento….

Eu só peço para que você não desista!

Busque ajuda! Igrejas, religiões, terapias, amigos, parentes, e uma infinidade de tratamentos… podem te auxiliar, mas você precisa reunir forças para buscar!

Se você sofreu decepções, não deixe que seu coração apodreça em ressentimentos e dor, mostre ao mundo como se deve amar alguém. Não desista da vida!

Mostre para essas pessoas que te humilharam que você sabe tratar os outros com carinho e respeito. Se você acha que não vale mais a pena viver, se você está pensando ou já decidiu desistir, pense: A vida é uma grande escola, estamos aqui para aprender com os infortúnios a sermos ainda melhores, a renascermos das cinzas, mostrando a força que existe dentro de nós.

Mesmo que você não acredite que possui essa força, que você a procure e não a encontre…. Acredite em mim, eu também já sofri demais, já passei por humilhações, já tive uma infância complicada… E parei de olhar apenas para o meu sofrimento… como se tivesse recebido um recado dos céus, comecei a olhar mais para o sofrimento dos outros do que para o meu próprio e percebi que estava sendo egoísta em pensar que o meu sofrimento era maior do que os dos outros. E resolvi ajudar corações aflitos primeiramente, e sabe qual foi a benção que recebi? Consegui finalmente enxergar uma luz no fim do túnel e perceber que a nossa maior tarefa nessa vida é buscar a luz…

Então…. Não olhe mais para baixo onde a escuridão se faz presente, levante a cabeça e perceba que lá em cima o sol brilha e mesmo com a noite escura a lua está radiante….

Seja a luz na escuridão! E toda vez que você pensar em ir embora, lembre-se desse meu conselho, a vida está esperando que você doe esse seu amor que você não recebeu, mas que sabe que existe, para quem precisa!

Assim que você começar a doar… a sua vida vai mudar para melhor, porque a vida meu amigo (a), é apenas um espelho, o que oferecemos, recebemos em troca.

Mesmo que nos sintamos injustiçados, mesmo que a vida tenha sido dura e que não acreditemos sermos merecedores de tanto sofrimento, pense: Aprendemos mais na dor do que no amor.

Coloque esse seu aprendizado em prática, arregace as mangas e fique!

Nós precisamos de você!

Acredite, a dor não vai passar de uma hora para outra, talvez nem passe totalmente, mas, fique para provar que é possível usufruir de momentos de felicidade e que ser feliz depende exclusivamente do reconhecimento e do valor que damos a nós e aos outros.

Valorize a vida, e todo o aprendizado que recebemos dela, não estamos aqui por acaso, estamos aqui para aprender a amar. E se você já sabe como é o amor que você gostaria de ter recebido até hoje, por favor, ofereça esse amor a alguém! Uma criança em um orfanato, um idoso em uma casa de repouso, um cãozinho abandonado, pessoas nas ruas passando fome e frio…. Ofereça seu amor para eles. Quando fizer isso, perceberá que a vida vale realmente a pena!

Quando você decide partir, você não parte sozinho, você parte o coração de muitas pessoas, até mesmo pessoas que nem sequer te conhecem, mas que se chocam e até se traumatizam com o seu ato.

Algumas pessoas pensam que porque sofreram muito na vida precisam fazer os outros sofrerem mais, e acabam ceifando a própria vida de uma maneira muito impactante, inconscientemente, para tentar provocar algum sofrimento naquelas pessoas que, em sua mente, foram responsáveis pelo seu sofrimento… Mal sabem eles que o sofrimento para quem desiste da vida é bem maior do lado de lá.

Essa atitude radical do egocêntrico:

O ego é o nosso principal inimigo. É ele que manda ordens efetivas para a nossa mente desenvolver sentimentos de mágoa, rancor e ódio. Quando alguém nos humilha e nos destrata, quem desperta a raiva, o medo e a tristeza é o ego. Quando temos certo que o ego é quem está mandando essas informações para a nossa mente e a mente apenas obedece transformando essas emoções em sentimentos como, ansiedade e depressão, por exemplo, nós acabamos tendo em nossas mãos a chave para aprender a valorizar a vida… (Sei que quem tira a própria vida só pensa no momento em acabar com o sofrimento… Mas é aí que o sofrimento realmente começa… Ele nem tinha conhecido o real sofrimento na verdade… E ele só descobre isso no pós-morte)

E sabe qual é a chave para valorizar a vida?

Controlar o ego! Como? Identificando quando “ele” se manifesta, em forma de vitimização, de ódio, mágoa, rancor, ansiedade… Busque o tratamento adequado para você, aquele que aquecerá seu coração, não aquele que deu certo para o vizinho ou o que a família acha que deve ser! Busque o autoconhecimento, você é um ser único e veio prestar um serviço para a humanidade, só não descobriu ainda qual! Então vá em busca de descobrir, mesmo que tenha que desistir dos sonhos dos seus pais, ou que tenha que desagradar alguém que exerce um controle sobre você!

Procure mandar informações positivas para sua mente, mesmo que a situação vivida seja muito triste…

E lembre-se, existem muitos corações aflitos esperando pela sua ajuda, por isso, peço novamente:

Fica! Nós precisamos de você!

Por: Iara Fonseca

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS