Tanto se fala de assédio sexual para com as mulheres e o quanto elas sofrem com isso e com a falta de empatia histórica com que sempre foram sempre tratadas por parte dos homens, que como se costuma dizer, “o feitiço virou-se contra o feiticeiro”.

Ha cerca de dois anos, um aluno da Universidade Presbiteriana Mackenzie partilhou numa página do facebook Te Vi No Mackenzie uma situação um pouco desagradável de um suposto homem que andava a espiar outros homens nas casas-de-banho.

Pois esta partilha não se teria tornado viral não fosse os hashtags utilizados no final numa clara alusão ao lema feminista – tão criticado pelos homens – “O meu corpo, as minhas regras”, e o outro, uma espécie de hashtag-ameaça, um tanto homofóbico.

Apesar desta situação ser grave, tendo em conta que não deixa de ser uma violação da privacidade, muitas mulheres decidiram dar uma verdadeira lição de empatia em forma de comentários sarcásticos como uma espécie de “vingança” por toda a falta de empatia por parte dos homens em situações de abuso para com as mulheres.


Fonte: Hypeness

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS