Muitos são os casos de perseguição e assédio por parte de ex-namorados(as) que simplesmente não aceitam o fim de uma relação, mas uma mulher de Novo México, EUA, Linda Murphy, ultrapassou todos os limites ao ligar 77 639 vezes, enviar 1937 e-mails, 41 229 mensagens de texto, 217 mensagens de voz e 647 cartas para o seu ex-namorado, tudo isto no espaço de apenas uma semana!

Após um relacionamento de apenas três semanas com William Ryans, Linda, que já tem um historial de comportamentos obssessivo-compulsivos, simplesmente não aceitou o fim da relação e deu então inicio a uma das maiores e mais extremas perseguições que já alguma vez aconteceu na história do país.

Para tal, a mulher usou três telemóveis e ainda um fax que foi usado para enviar 144 mensagens, ingerindo grandes quantidades de bebidas energéticas e anfetaminas para se manter acordada durante uma semana, e assim ligar ao homem sem parar, 24 horas por dia.

“O meu cliente está profundamente aliviado que a Sra. Murphy esteja finalmente atrás das grades”, disse o advogado de William, J.D. James Kilroy. “Ele não conseguiu dormir, trabalhar ou aproveitar a vida de forma alguma por mais de uma semana. Começou a ter dificuldade em pensar claramente e estava muito próximo da depressão, já era hora de o assédio acabar. (…) Agora, tudo o que queremos é que a Sra. Murphy obtenha a ajuda médica que ela precisa e que a lei a mantenha longe do meu cliente.”

Mas será que tudo isto é verdade???

A notícia desta detenção foi lançada em 2014 pelo site World News Daily Report, contudo, vários sites têm vindo a desmentir a mesma, tal como o Says que apresenta alguns factos para justificar a sua afirmação:

  • a mulher retratada na história foi presa em Oklahoma City cinco anos antes por entrar numa janela de take-away de um McDonald’s. O nome dela é Cierra Marie Steed.

Além disso, a própria mulher publicou um post no Facebook sobre o assunto:

“Oh wow, se virem um meme ou um artigo no ifunny com a minha fotografia de uma detenção de há cinco anos atrás e um história falsa de assédio a alguém no Novo Méximo, por favor não me mandem mensagens privadas. Eu sei. Não quero saber. Mas obrigada pela preocupação. Boa noite! 😊”

Que dizes? Continuas a acreditar que o assédio aconteceu, ou achas que na realidade são demasiadas chamadas, mensagens, cartas para ser verdade? Deixa-nos um comentário!

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS