Chloe Ayling é uma modelo inglesa de 21 anos que foi atraída em Julho de 2017 até Milão, Itália, por Lukasz Herba, de 30 anos, com uma proposta de um suposto trabalho. Contudo, ao chegar à cidade, foi drogada com um tranquilizante de cavalo chamado Ketamine, raptada e mantida em cativeiro durante seis dias.

Numa entrevista, Chloe disse: “Quando acordei, estava drogada. Lentamente, quando recuperei a consciência, percebi que estava no banco de trás de um carro. Eu não tinha ideia do porquê que eles estavam a levar-me. Tudo passou pela minha cabeça – vão-me violar? Vão-me matar?”

Felizmente, ao fim dos seis dias, Chloe acabou por ser encontrada dentro de uma mala à entrada do Consulado Britânico em Milão. Contudo, durante a investigação, a polícia descobriu que esta não só havia sido vista a passear no shopping com o dito raptor, Herba, como estes se mostravam bastante próximos e divertidos.

Confrontada com os factos, Chloe confessou que decidiu fazer com que o sequestrador se apaixonasse por ela, para tentar escapar. “Quando ele pediu para me beijar eu não disse não. Eu não queria aborrecê-lo. Em vez disso, eu dizia: “Talvez no futuro” (…) Eu pensei que se lhe desse o que ele queria, não haveria razão para ele não me libertar. (…) Eu pude perceber que ele estava feliz com isso, por isso continuei a adiar. (…) Se ele não tivesse reagido dessa maneira, talvez eu tivesse passado por isso.”

Ainda assim, a polícia continuava um pouco confusa com toda a história, e Chloe passou a ser considerada suspeita após Herba ter afirmado que foi esta quem o recrutou para a trama para se tornar famosa. Contudo, este acabou por se apaixonar por ela e decidiu libertá-la.

Mais tarde, Herba disse: “Eu estava apaixonado e esperava que, assim que a sua fama aumentasse, ela me retribuísse com sentimentos”.

Além disso, o facto de Chloe ter dado entrevistas assim que regressou ao Reino Unido, à porta de casa, vestida com roupa sensual e de sorriso no rosto como se estivesse a gostar da atenção, também não agradou ao público, tornando ainda mais difícil para este acreditar na sua história.

No fim, Herba acabou por ser condenado a 16 anos de prisão, período esse determinado pelo fato de que Chloe poderia ter morrido devido ao uso de ketamina, ou sufocado na mala do carro.

O que achas? Será que o rapto foi verdadeiro, ou terá sido tudo uma manobra para ficar famosa? Deixa um comentário com a tua opinião!

Fonte: The Sun

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS