Cada vez existem mais organizaçÔes que lutam pelos direitos dos animais, apelando Ă  adopção destes ao invĂ©s da sua compra. A chegada destes animais Ă s famĂ­lias nĂŁo sĂł traz alegria para a casa como devolve aos cachorros a esperança e confiança nos seres humanos, sendo que muitos deles tĂȘm um passado de violĂȘncia e maus-tratos, como o caso de Shey, um pequeno poodle miniatura de 14 anos, que acabou por ser abandonado num centro de abrigo, Animal Rescue League de Iowa, pelos seus antigos donos que mudaram de casa e nĂŁo o quiseram levar com eles.

Felizmente, existem pessoas boas que nos fazem acreditar num Mundo melhor, como o pequeno Tristan, que ao conhecer Shey numa ida ao centro com o objectivo de adoptar um animal, apaixonou-se de imediato pelo velho animal que no instante em que foi colocado ao seu colo, se sentiu logo confortåvel.

Tendo apenas um dente, surdo e meio cego, o pobre Shey iria precisar de bastantes cuidados, contudo Tristan estava tão decidido a levå-lo para casa que começou logo a gravar no seu telemóvel as datas do calendårio de futuras vacinas e toda a necessidade de tomar medicação.

Shey Ă© muito feliz. Abraçar Ă© a sua coisa favorita no mundo, e aconchegou com Tristan“, escreveram mais tarde na pĂĄgina do abrigo, mostrando o quĂŁo feliz estava o cachorro com a sua nova famĂ­lia.

Mas o amor e a bondade de Tristan e a mĂŁe nĂŁo pararam por aĂ­. Ao caminhar pelo abrigo, ele percebeu que haviam muitos mais cĂŁes em necessidade, e foi entĂŁo que a sua mĂŁe teve uma ideia genial. Tendo esta uma loja de roupas, ela sugeriu que eles estabelecessem um dia em que as receitas das vendas fossem para os cĂŁes que nĂŁo fossem facilmente adoptados, de forma a ajudĂĄ-los a conseguirem um lar, ficando entĂŁo marcado como a “terça-feira de TristĂŁo”

Infelizmente, ao fim de alguns meses, o pequeno cachorro acabou por falecer.

Lamentamos dizer que Shey faleceu recentemente. A perda do seu amigo bateu forte em Tristan, mas ele estava feliz em dar-lhe tanto amor nos seus Ășltimos meses. Embora ele esteja de luto por Shey, disse aos seus pais que queria voltar para a ARL para encontrar um outro cĂŁo mais velho que precisase de ajuda“, escreveram na pĂĄgina do abrigo.

Apesar de estar feliz por puder ajudar outro cachorro, Tristan começou a chorar quando se lembrou de tudo que viveu com Shey. Contudo, algo incrível aconteceu quando um cachorro chamado Gus se aproximou dele e lhe lambeu as lågrimas. Era óbvio que Tristan jå tinha um novo amigo para levar para casa.

Sem dĂșvida uma criança incrĂ­vel que dĂĄ verdadeiras liçÔes de vida a muitos adultos que infelizmente nĂŁo sĂŁo capazes de ter atitudes tĂŁo bondosas quanto ele.

Partilhar Ă© cuidar!

VÊ TAMBÉM




COMENTÁRIOS