Mari Fer enfrenta a doença com sorrisos e amor. Não foi fácil, principalmente financeiramente, então tem que vender plantas, bolos e cosméticos para angariar dinheiro para o tratamento.

A pandemia destruiu muitos hospitais, praticamente todos os serviços de saúde. Todas as luzes foram destinadas a acabar com o COVID-19, mas as outras doenças não desapareceram nem deixaram de atingir quem as sofre. A pequena María Fernanda, mexicana, tem câncer e é um exemplo de lutadora incansável.

Ele tem 3 anos e com a família vendem plantas para pagar o tratamento da leucemia. Cada venda é uma alegria, uma motivação extra. Não foi nada fácil para ele, mas ele não desiste e enfrenta problemas com sorrisos e amor.

Ele mora na cidade de Allende, ao sul de Monterrey (México), onde tem lidado com sua doença e também com o contexto atual, com a pandemia do coronavírus.

Ele sofre de leucemia linfoblástica aguda, um tipo de câncer muito perigoso que se origina na medula óssea. Pode ramificar-se para outras partes do corpo.

Apesar de tudo, Mari Fer não desiste e continua a viver cada dia até ao limite. Sorria e alegre-se com cada detalhe, mesmo com cada venda. Seus olhos refletem felicidade, como não importa o que aconteça amanhã.

A pandemia também afetou a economia e a oferta de medicamentos anticâncer, tornando a situação mais complexa. Como resultado de tudo isso, eles decidiram concentrar todas as suas forças na venda de suculentas.

Através de uma conta no Facebook, onde publicam as notícias da menina, coordenam a venda para que as pessoas saibam onde comprar e fazer parte desta bela causa.

Eles já haviam vendido bolos, cosméticos e até tampas de plástico de embalagens descartáveis, que juntaram para ganhar algum dinheiro extra.

Tudo isso não foi suficiente, então eles decidiram criar a comunidade no Facebook e transferir suas forças para as lindas plantinhas.

Mas não é tudo, porque seus produtos são mais do que plantas, são objetos de decoração que também vêm com lindas mensagens motivacionais.

“Mesmo que o sol se ponha e o vento silencie, não vou desistir, ainda há vida nos meus sonhos.”

A família agradece todo o apoio e doações que recebe, seja a compra de uma planta ou o envio de uma mensagem de incentivo.

Esta pequena guerreira vai conseguir vencer, não temos dúvidas!!!!

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS