Cada vez mais as pessoas têm a tendência de se deitarem tarde e levantarem cedo, não respeitando as 8 horas de sono essenciais para que o corpo realmente descanse e recupere do desgaste diário.

Contudo, a verdade é que este péssimo hábito pode ser bastante prejudicial para a nossa saúde, de acordo com Joaquim Moita, Presidente da Associação Portuguesa do Sono.

Não só a falta de sono pode originar doenças como a síndrome de apneia obstrutiva (49% dos homens e 25% das mulheres têm ou virão a ter) e a insónia crónica (10% dos adultos), como outros problemas de saúde, principalmente cardíacos. Segundo Joaquim, “em cada dez AVC, três ou quatro são em indivíduos com apneia do sono”.

Numa entrevista ao Jornal Correio da Manhã, Joaquim disse: “Achamos que trabalhar é mais importante que dormir. Mas depois qual vai ser a rentabilidade no trabalho? O que é que se produziu do ponto de vista físico e intelectual? Se não dorme oito horas, a rentabilidade é mais baixa, e as empresas regem-se cada vez mais pela rentabilidade do que pelo número de horas”.

Um outro péssimo hábito que as pessoas estão ganhar é o de levantar cedo e ir logo correr, que, segundo Joaquim, “é caminho andado para um enfarte”.

Assim sendo, se queres ter uma vida saudável, uma boa noite de sono é tão ou mais importante do que boa alimentação e praticar exercício físico. Por isso, não te deixes levar por modas ou até mesmo pelo ritmo alucinante que por vezes o mundo do trabalho pode ter. Dorme bem e descansa bem. Vais ver que o teu corpo vai agradecer – e a tua saúde também! 😉

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM