Poucas são as pessoas que gostam realmente de fazer as lides domésticas, sendo que a maioria o faz simplesmente porque tem de fazer. Contudo, de acordo com um estudo realizado na Universidade Estadual da Flórida, EUA, lavar a louça pode ser verdadeiramente terapêutico.

Após colocarem 51 alunos a lavar pratos, sendo que, antes de começarem, foi indicado a metade dos alunos para se concentrarem devidamente no acto de lavar a louça, enquanto a outra metade apenas tinha de se preocupar em concluir a tarefa, os pesquisadores puderam concluir que aqueles que lavavam os pratos atentamente, concentrando-se no cheiro do sabão, em sentir a temperatura da água e no toque dos pratos, aumentaram os seus sentimentos de inspiração em 25% e reduziram os seus níveis de nervosismo em 27%.

O grupo que não lavou a louça conscientemente não obteve nenhum benefício da tarefa. “Parece que uma atividade quotidiana abordada com intencionalidade e consciência pode melhorar o estado de espírito”, concluem os autores do estudo.

Apesar de ter sido um estudo pequeno, com apenas 51 alunos, os pesquisadores indicam que o estado de satisfação plena pode ser alcançado com qualquer actividade quotidiana e não apenas com o acto de lavar pratos. Basta que nos concentremos completamente no que estamos a fazer e não apenas na intenção de terminar a tarefa.

Fonte: Time

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS