Jonathan Pitre era um jovem que sofria de uma rara condição chamada epidérmolise bolhosa, uma doença que causa bolhas na pele e membranas mucosas e que atinge menos de 17 mil pessoas em todo o mundo. A pele fica tão sensível e delicada que faz lembrar as asas de um insecto, daí o nome “jovem borboleta”.

Infelizmente esta doença ainda não tem cura, dando uma esperança média de vida de apenas 25 anos. Contudo, Jonathan, apesar de ter noção da sua realidade, nunca desistiu, chegando mesmo a conseguir angariar mais de 200 mil dólares para ajudar as pessoas nas mesmas condições ao falar da sua doença e ao mostrar que mesmo com todo o sofrimento que passava até nas actividades mais simples do dia-a-dia, como vestir e tomar banho, conseguia manter uma postura optimista e um bom sentido de humor.

Uma das frases de Jonathan que mais conquistou o publico internauta foi: “Eu só tenho uma expectativa de vida de 25 anos e já cheguei na metade da minha vida. Isso dá uma perspectiva diferente, pense no que você tem, pense em toda a felicidade à sua volta, pense em todo o amor”, mostrando um verdadeiro exemplo de resiliência, aceitação e amor.

Numa entrevista ao jornal Ottawa Citizen a mãe de Jonathan, Tina Boileau, revelou que haviam tentado encontrar um antibiótico mais forte para as infecções, no entanto, tal não foi possível. Mesmo assim, o jovem nunca perdeu a sua alegria e vontade de viver.

Infelizmente, no dia 4 de Abril de 2018, Jonathan acabou por sucumbir às complicações do choque séptico – uma condição destruidora de órgãos desencadeada por uma infecção desenfreada, deixando uma verdadeira lição de vida para todos nós.

Vê o vídeo abaixo e fica a conhecer um pouco sobre a sua vida tão curta!

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS