2019 foi um ano bonito e não por causa das coisas boas que me aconteceram, mas porque permanecerá para a história como a data em que Jason Momoa se tornou um fenômeno mundial.

Ele deixou de ganhar parte de nosso amor por sua atuação em Game of Thrones, mas todos sabemos que seu salto para o estrelato foi dado pelo filme da DC Comics: Aquaman.

Certamente, sabemos que o filme de heróis subaquáticos foi lançado em 13 de dezembro de 2018, mas o que gerou começou a ser sentido no início de 2019.

Algo muito claro na revista australiana GQ, que foi responsável por recompensar o galã de 40 anos com o prêmio homem do ano, destacando principalmente seu ativismo ambiental ao lado (é claro) de sua beleza inegável.

Surpreendentemente, e apesar de ser americano, ele é tão amado na ilha que ganhou os irmãos Chris e Liam Hemsworth, subindo com o prêmio que em 2018 o ator Joel Edgerton levantou. Momoa soube agradecer nas redes sociais com seu característico bom humor.

“Nunca, nem em um milhão de anos, pensei que seria nomeado ‘Homem do ano GQ 2019’ e menos à frente dos irmãos Hemsworth, embora você já saiba que eu mereço. É uma honra para mim, embora infelizmente só tenha um mês para desfrutar da minha coroa”, disse o querido ator no Instagram.

“Espero que seja porque estou deixando minha pele removendo plásticos e conscientizando as pessoas sobre as mudanças climáticas. Apenas chegar às pessoas já se sente bem. Atingi um clímax em minha vida com o qual quero espalhar a conscientização sobre as mudanças climáticas”, continuou ele.

A verdade nos agradou e muito que foi levantado com o prémio, já que não apenas o físico é priorizado, mas também seu belo trabalho, no qual ele tenta tornar o mundo um lugar mais verde.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS