Redes sociais, Internet e tecnologia disseminaram conhecimento. Podemos nos conectar e nos informar sobre os eventos que ocorreram do outro lado do planeta. Ou, como neste caso, conhecer o cotidiano de uma comunidade indígena da Amazônia, ao alcance de nosso celular. Nesse sentido, o trabalho de embaixadores como Maira Godinho ganha valor.

Ela é uma jovem indígena, que se tornou uma influenciadora da rede social TikTok, mostrando ao mundo sua bela cultura. É um orgulho da Amazônia.


Tem quase 2 milhões de seguidores (sem contar as centenas de milhares que acumula em outras redes). Conhecida pelo apelido de Cunhaporanga ou Jūgoa, essa jovem de 21 anos está quebrando barreiras, ensinando e explicando as muitas dúvidas que pode haver em seu estilo de vida.

Tamanha foi a sua repercussão, que seu relato no TikTok foi verificado com o ícone azul, além de ter sido entrevistada por diversos meios de comunicação locais.

“Tenho muito a agradecer pelo incentivo e carinho de todos os que me seguem. Estou muito feliz por ter sido verificado na plataforma Tik Tok. Vou continuar postando vários vídeos incríveis e pretendo crescer muito.”

–Comenta a jovem ao médium A Critique–

Sua popularidade fez com que ainda agora tivesse seu próprio “filtro” na rede social, onde é possível usar as tradicionais pinturas amazônicas.

“Eu já me formei no ensino médio. Ainda não tenho universidade. Porém, ajudo meus pais nas plantações, posso dizer que sou agricultor e artesão. A comunidade Tatuyo é um ponto turístico, cada família produz o seu artesanato, vende e guarda o seu dinheiro e aí quando precisa de algo, simplesmente vai à cidade e compra”.

–Explica Maira–

A grande questão que se coloca para muitas pessoas é como você pode ter a Internet em um lugar tão remoto como a Amazônia? Bem, ela mesma se encarregou de responder em suas redes sociais.

“Usamos os chips nos celulares, mas ficamos sem serviço o tempo todo. Meu irmão tinha uma antena de satélite instalada, que é o roteador wi-fi, então temos que pagar um serviço mensal para ter acesso às redes sociais. Também já temos eletricidade em nossa região, então podemos recarregar nossos celulares. O problema é quando chove forte e os galhos das árvores caem nos cabos “

–Responde a influenciadora–


Cunhaporanga é o mais velho de seis irmãos, que formam uma bela família, que se dedica ao cultivo, à agricultura e ao artesanato. Eles vivem muito perto da fronteira entre Colômbia, Venezuela e Brasil, junto com outras 26 tribos.

Ela fala português, sua língua materna e também espanhol. Seu pai, por outro lado, fala 14 línguas.


Maira nos mostra o lado mais amigável das redes sociais, embora tenha recebido comentários ruins mais de uma vez. É melhor não permitir más intenções.

Ela está exibindo com orgulho sua bela cultura e todos nós a agradecemos! É um trabalho nobre que diverte, educa e nos mostra a diversidade do nosso planeta.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS