A realização de estudos, até se formar na faculdade ou no ensino médio, é algo que para a maioria dos jovens hoje em dia não é um grande desafio ou algo impossível. Porque, graças ao progresso em direitos humanos, desenvolvimento social e as mesmas tecnologias, conhecimento e acesso à educação, está disponível para muito mais pessoas em comparação com o que foi no século passado.

Hoje, os grandes desafios são terminar a universidade e depois encontrar um emprego, com um avanço notável, que é um reflexo de como a educação recebeu o devido peso em diferentes sociedades e países.

Algo que não existia há muitos anos, como no início ou no meio do século passado, quando muitas crianças da época atingiram a idade adulta sem sequer ter entrado na sala de aula ou, nesse caso, não duraram. muito, ter casos de crianças que, esperançosamente, atingiram a 8ª série, ou outras, ainda mais extremas, de crianças que não excederam uma sala básica. Porque naqueles anos, o direito à educação não era tão garantido, além do fato de que o trabalho infantil ainda não é suficientemente controlado e penalizado.

Uma realidade possivelmente vivida pelo Sr. Alfredo Guzman, 90, que atualmente reside na comuna de Comalapa, em Chontales, Guatemala. Um homem que, nos seus muitos anos, ensinou muitas pessoas, e especialmente jovens, sobre a importância da perseverança.

Estude e aprenda a progredir, você sempre pode.

Este homem, aos 90 anos, conseguiu realizar um de seus sonhos, que era se formar no ensino médio, realizando-o no instituto público Emmanuel Mángalo. Fato que foi reconhecido pelo Ministério da Educação da Guatemala, de onde eles também confirmaram que deram a Alfredo um bônus para ajudá-lo a pagar por seus estudos.

Partilhar é cuidar!

COMENTÁRIOS