Se há coisa que as crianças adoram fazer é pintar. Desde casas, animais, árvores, pessoas. Contudo, quando se desenham a si mesmas ou até mesmo a alguns membros da família, o rosto e corpo dos bonecas em questão acabam por ficar em branco, ou a cor de rosa, ou noutra cor qualquer, pois dificilmente se encontram lápis de cor de pele.

O problema é que, de acordo com psicólogos, isso prejudica a identidade e a auto-estima das crianças.

Foi por isso que uma empresa chamada TRIS, que já fabrica material escolar há 21 anos, decidiu criar uma caixa de lápis de cor com 12 tons de pele, que vai desde o bege mais claro ou tom castanho mais escuro, tentando desta forma combater o preconceito e discriminação ao começar a incentivar as crianças a pintarem os bonecos de acordo com a realidade, já que somos todos diferentes.

“Mais do que uma necessidade nas escolas, entendemos que o produto é uma forma poderosa de trabalhar identidade e autonomia. E isso pode mudar a vida de muitas crianças que antes não se sentiam representadas nos seus desenhos”, afirmou o diretor comercial da marca – Guilherme Catta-Preta.

Fonte: R7

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS