Este casal, Norma com 90 anos e Francis com 92, estiveram 70 anos casados e segundo a sua filha, Amanda Platell, que escreveu para o Daily Mail bastante emocionada, diz que os seus pais morreram de mãos dadas, com apenas alguns minutos de diferença, no lar de idosos onde estavam actualmente, na Austrália.

“Numa noite de Janeiro, os enfermeiros notaram que minha mãe tinha dificuldades de respirar e o meu pai estava mais agitado do que o normal. Ela voltou 10 minutos depois para checar e os dois estavam mortos lado a lado segurando as mãos. Eles partiram juntos. Em paz. Como queriam. Os médicos não conseguiram saber qual deles partiu primeiro. Os seus atestados de óbito têm exatamente a mesma data e horário”, escreveu Amanda na publicação.

Segundo a filha do casal, a sua mãe sofria de Alzheimer o que não permitia a fácil comunicação com a a família, pois o seu discurso não era coerente nem fluído, acabando por ir viver para o lar um pouco antes de Francis. Ainda assim o marido passava os dias com ela, até que mais tarde acabou por sofrer um enfarte e também se mudou para perto da sua mais-que-tudo.

Estes últimos tempos a saúde de ambos piorou, e ficaram acamados mas ainda assim eles continuavam a parceria que sempre tiveram ao longo destes anos todos. “Se ele não comia, ela também não comia. Se não tomava água, ela também não”, explica Amanda.

A filha acrescenta ainda “Eles viveram 70 anos juntos, sempre inseparáveis. Até mesmo nos piores momentos”.

Esta é talvez a definição, na prática, do significado de companheirismo. Mais do que sermos o motivo de alegria para o nosso(a) parceiro, temos de permanecer do seu lado mesmo quando os dias negros chegam, mesmo que seja até o ultimo dia da sua vida. Isto sim é o verdadeiro companheirismo.

Uma história linda, com um final triste, mas emocionante. Ambos fizeram jus àquilo que se promete na igreja diante do padre, “(…)juntos, na saúde e na doença, no bom e no mau (…)”. 

Se gostaste desta história partilha, porque realmente este amor merece ser visto como um exemplo a seguir por todos nós.

Fonte: virgula.com.br

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM




COMENTÁRIOS