Muitas questões que eram antigamente um assunto tabu são hoje em dia tratadas com mais normalidade, como o caso da homossexualidade. Contudo, ainda assim, as pessoas que têm a coragem de assumir como realmente se sentem continuam a ser alvo de algum preconceito e discriminação relativamente aos seus direitos enquanto casal homossexual.

Ainda assim, todas estas dificuldades não impediram Helivelton Loureiro Morozesky de 26 anos, e Victor Grolla de 37 anos, de oficializarem a sua relação após oito anos de namoro.

Depois de se conhecerem no dia 17 de setembro de 2011, Helivelton e Victor sabiam que estavam destinados um para o outro, tendo bastado apenas algumas semanas para assumirem a sua relação aos amigos e família. Quatro meses depois decidiram morar juntos, e passado mais quatro meses decidiram oficializar a união estável num cartório – uma novidade na altura para casais do mesmo s*xo, pois só em 2011 o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre casais homossexuais como uma entidade familiar, assegurando-lhes direitos como pensão e herança, tal como acontece com casais entre homens e mulheres.

Contudo, durante um casamento de seus primos, Helivelton e Victor pensaram: “Por que não casarmos também pelo civil?”

Decisão tomada, em Janeiro iniciaram todos os preparativos para a cerimónia que acabou por se realizar a 2 de Junho, apesar do casal ter casado pelo civil oficialmente no dia 30 de Maio.

Um dia especial que ficou marcado não só pelo amor que se fazia sentir no ar, como pelas madrinhas de casamento que decidiram ir vestidas cada uma delas com uma das cores do arco-íris, um símbolo da comunidade LGBTQ+, como uma forma de homenagear o casal.

Outro ponto alto da cerimónia foi o discurso da cerimonialista, Ana Paula, que disse: “O amor é essência, ele é puro, você não pode tocar nele fisicamente, mas pode senti-lo dentro de você. O amor não escolhe sexo e nem religião, o amor é o que nos move e nos une.”

Sem dúvida um dia que ficará na memória de todos os que tiveram o privilégio de participar e principalmente de Helivelton e Victor que, felizmente, têm a sorte de poder contar com o apoio da sua família e amigos contra uma sociedade tão preconceituosa quanto a actual.

Abaixo poderás ver algumas fotos tiradas por amigos que mostram o quão bonita estava a decoração!

Fonte: Razões para acreditar

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS