Os crocodilos costumam ficar completamente imóveis por bastante tempo e isso trata-se apenas de dois motivos: ou ficar a observar a sua presa para ver qual o melhor momento de atacar ou então simplesmente por uma questão de auto-defesa em situações que eles consideram perigosas ou fora do normal ou até mesmo para absorver o calor, tal e qual como as pessoas que também ficam deitadas na praia absorver a vitamina D.

O seu nome é Xiao He, tem 37 anos com 5,8 metros e 1,2 toneladas, sendo um dos maiores crocodilos da Ásia. Ele está alojado no zoológico e Xiamen (província de Fujian, China).

Mais um dia normal naquele zoo, as pessoas chegam compram o bilhete e entram para ficar a observar as criaturas maravilhosas da natureza. Mas um grupo de visitantes chegou ao pé da jaula do pobre crocodilo e reparam que ele estavam completamente imóvel, parecendo tratar-se de um boneco, foi então que tiveram a infeliz ideia de atirar pedras no pobre bicho ao ponto de o ferir nos pés e na cabeça. Ele permaneceu imóvel sem sequer contra-atacar, afinal devia estar super assustado e decidiu continuar a “proteger-se”.

Segundo os veterinários locais, o bichinho irá demorar cerca de duas semanas a recuperar deste triste episódio. Os culpados por este acontecimento ainda não foram identificados pois não existem câmaras no local, e tendo em conta o volume de pessoas vai ser complicado identificar.

Então isto faz-nos pensar, pois os zoológicos por si só já são uma prisão de animais que supostamente deviam andar felizes pela selva e não a serem usados para as pessoas fazerem dinheiro e divertirem-se com o seu sofrimento. É importante respeitarmos os animais uma vez que somos a única espécie com um pouco a racionalidade, já basta o facto de ele estar ali preso ainda vai levar com pedras. Muito triste saber que há pessoas que não conseguem compreender a razão da existência!

Vamos acabar com esta coisa ridícula de ter animais fechados em jaulas para a espécie humana se maravilhar com a sua beleza, eles precisam de liberdade tal e qual como nós precisamos.

Deixo-vos um vídeo a baixo para verem as imagens do pobre animal depois da agressão. Este vídeo pode perturbar os mais sensíveis:

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS