Apesar das longas filas que são geradas, os cães esperam com alegria e ansiedade a pela sua refeição. Eles abanam as suas caudas com felicidade, pois terão algo para comer.

Alimentar animais vadios é uma das melhores coisas que podemos fazer por eles. Não ter seu próprio dono não significa que eles devem morrer de fome.

Precisamos de iniciativas maiores para combater a fome global, como esta.

A Polícia Nacional do Peru (PNP) instalou dois recipientes para comida de cachorro do lado de fora da delegacia de Monterrey, na cidade de Huaraz. Dezenas de cães da vizinhança fazem longas filas para fazer um lanche. Eles não se importam se está quente ou frio, movem a cauda feliz em saber que terão algo para comer.

A idéia surgiu quando as autoridades perceberam o grande número de cães sem teto que viviam no setor. Alguns deles deram alguns almoços para saciar um pouco o apetite desses amigos, mas eles precisavam de uma ajuda maior.

Com tubos de PVC e materiais reciclados, os voluntários criaram um dispensador contendo croquetes para cães dentro. Eles são atendidos por um policial que verifica se cada um recebe uma porção racionada.

Todo mundo tem o direito de receber ações iguais.

A nobre iniciativa foi disseminada pelo Facebook ABC News-Ica, gerando admiração do público: “A polícia de Monterrey (Huaraz) decidiu colocar comida para animais abandonados. Filhotes fazem fila para comer ”, disseram.

A fotografia mostra quatro cães seguidos, enquanto um funcionário entrega a comida que passa em um cano de PVC. Alguns esperam sentados, enquanto outros saboreiam as iguarias que receberam.

Dado o seu sucesso, espera-se que este dispositivo seja replicado em breve. Mantê-los hidratados é tão importante quanto a nutrição.

«Excelente trabalho», «uma iniciativa nobre em relação a estes cães», »os cães estão felizes com a comida», foram alguns dos comentários que recebeu

Ajudar os animais de rua deve ser uma prioridade em nossas vidas.

Eles não são os culpados por não terem encontrado um humano que vive para cuidar deles. A ideia da instituição é uma das melhores que já vi na minha vida. Espero que todos os países da América Latina e o mundo façam o mesmo.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM




COMENTÁRIOS