Patches é um cachorro de raça Dachshund, também conhecida como “salsicha”, que infelizmente sofreu com um tumor cerebral agressivo que cresceu rapidamente, deixando um grande alto na sua pequena cabeça e claro, assustando os seus donos, que achavam que o pequeno não ia sobreviver.

Felizmente conheceram Michelle Oblak, uma cirurgiã-veterinária oncologista da Universidade de Guelph, em Ontario, no Canadá, que era conhecida por usar a impressão 3D para ajudar no tratamento de vários problemas de saúde dos animais.

O procedimento normal neste tipo de retirada de grandes tumores seria substituir parte do crânio perdido, que acaba sempre por ser removido juntamente com o tumor, por uma malha de titânio. Contudo, neste caso, essa parte do crânio foi impressa em 3D como uma espécie de tampa, do tamanho correto para o encaixe e que, segundo os pesquisadores, é mais preciso e mais barato que os métodos convencionais.

Para fazer a impressão, os cientistas precisaram de realizar uma tomografia computadorizada da cabeça e do tumor do cachorro e, então, utilizar um software para simular uma cirurgia removendo o tumor do crânio virtual de Patches.

Na seguida, fizeram o mapeamento das dimensões da calota craniana em 3D, incluindo a localização de furos e parafusos. Segundo Oblak, havia muito pouco espaço para erros e qualquer medida fora de mais de dois milímetros seria crucial, tornando a cirurgia arriscada. Por fim, as medidas foram então enviadas para a empresa de impressão 3D médica ADEISS, que produziu a nova parte do corpo do cachorro.

A cirurgia em questão aconteceu a 23 de Março e teve uma duração de quatro horas, tendo corrido tão bem que apenas 30 minutos após o procedimento, Patches já estava acordado, a andar e a fazer as suas necessidades.

Segundo a veterinária, o cachorro está livre do tumor e pode continuar a viver a sua vida feliz e com saúde.

Fonte: Histórias com Valor

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS