Ao findar o dia, é muito mais fácil condicionar sua mente às tarefas não cumpridas ou às ansiedades do amanhã. Buscar coisas boas, ao deitar a cabeça no travesseiro, parece impossível, mas é essa busca que ajudará você a valorizar o ser humano que é e as coisas incríveis que faz.

No silêncio da noite, ao repousar a cabeça sobre o travesseiro, uma enxurrada de pensamentos ruins inundam facilmente uma mente cansada: “faltou fazer isso…”, “por que eu disse aquilo…”, “amanhã farei tantas coisas…”.

É muito fácil permitir que pensamentos negativos e ansiedades façam morada em sua mente antes de dormir.

É muito fácil cobrar-se pelo que não foi feito ou não foi dito, mas observar com bons olhos tudo o que se conseguiu fazer é uma tarefa difícil, exige treino.

Quando, ao final do dia, você valoriza as coisas que fez de forma positiva e tenta ser menos duro consigo, a qualidade do seu sono e sua disposição para o dia seguinte melhoram significativamente.

Troque cobranças por agradecimentos. Agradeça por ter conseguido superar mais um dia. Agradeça pela saúde, pelo amor, pela vida.

Agradeça por poder agradecer. Agradecer é um ato nobre, que abre portas de bênçãos.

Reclamações geram energias negativas que ressoam pelo Universo. O Universo vê às suas reclamações e devolve em dobro mais motivos para reclamar daquele assunto. Tudo o que você joga volta!

Quando você deita a cabeça no travesseiro e agradece por mais um dia de vida e pelas coisas que deram certo nesse dia, transmite vibrações positivas, que lhe são devolvidas em coisas positivas.

Fazer sua mente focar no bonito, no presente, nas bênçãos é uma tarefa que exige treino.

E, como em todo treino, você ganha resistência ao fazer um pouco por dia. Busque uma coisa para agradecer ao final do dia. Treine sua mente para boas coisas, afinal você merece coisas boas, você merece ser feliz como qualquer outra pessoa.

É muito fácil elogiar a beleza alheia e esquecer-se da beleza interior e exterior que habita o seu ser. Desde criança, tem-se a crença limitante de que sempre se deve doar mais e não ser valorizado pelas pequenas conquistas.

Não faça isso com sua criança interna.

Perdoe, ame-se, sinta-se agradecido por todas as tarefas que cumpriu no decorrer do dia e pelas que não cumpriu também.

E, por último, mas não menos importante, agradeça a si mesmo por conseguir superar mais um dia.

Por: Estefania Silva

Imagem de destaque: @vincefleming

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM




COMENTÁRIOS