Os lares de idosos não são mais a tendência quando se trata de atendimento a idosos. Mais e mais pessoas estão procurando opções de acomodação com os amigos. Isso melhora a qualidade de vida das pessoas, é rentável e tem menos riscos. As famílias não precisam mais se preocupar com qual lar de idosos escolher. Em vez disso, existem espaços em que os idosos podem se conectar e viver uma vida plena, mesmo em seus últimos anos. A seguir, inclui tudo o que você precisa saber sobre a nova tendência de acomodação para idosos.

Noções básicas de coabitação sénior

Uma comunidade de coabitação é um lugar onde os idosos têm seu próprio espaço com os amigos. Basicamente, pense nisso como um dormitório de melhores amigos, mas para os idosos. As comodidades incluem uma sala de estar compartilhada, academia, biblioteca, jardim e muito mais. Dá aos idosos a chance de construir seu próprio espaço em um ambiente único. Eles não precisam viver com estranhos ou ter um companheiro de quarto, mas ainda têm uma vida social por perto. Tais comunidades foram desenvolvidas pela primeira vez na década de 1960 na Dinamarca e começaram a aparecer nos Estados Unidos no final da década de 1980. À medida que a geração baby boomer cresce e precisa de moradia, a tendência de coabitação se desenvolveu nos últimos anos. As pessoas não querem ir para asilos ou ter colegas de quarto que não conhecem. Em vez disso, eles querem encontrar um meio termo para quando envelhecerem. Os idosos podem morar com amigos existentes ou ter controle sobre quais novas pessoas podem entrar no espaço. Enfermeiros ou profissionais de saúde podem visitar o espaço, mas os idosos têm controle sobre sua comunidade.

Qualidade de vida

Casas de repouso tradicionais podem parecer um hospital. Os idosos enfrentam uma série de desafios à saúde mental, como a depressão, quando vivem em um ambiente estéril sem seus entes queridos. Há um estigma associado a esses lugares que é onde as pessoas se esvaziam antes de morrerem. A partilha é popular porque os idosos têm mais controle sobre a comunidade e não se sente tão isolado. Os idosos podem morar com seus amigos e desfrutar de uma vida plena juntos, em vez de serem adicionados a um lar de idosos, onde talvez não conheçam os outros residentes. Isso melhora a saúde emocional das pessoas e faz com que elas se sintam mais no controle de seu destino. Além disso, as famílias não terão que lidar com o estigma que desistiram de seus parentes mais velhos ou os “despejaram” em um lar de idosos.

Amizade e Comunidade

Os espaços de convivência são emocionantes para os idosos, porque eles têm amigos por perto e uma série de atividades para mantê-los ocupados. Por exemplo, os idosos podem cuidar do jardim juntos, assistir televisão juntos e até cozinhar juntos. Eles não precisam mais se sentir isolados ou solitários porque têm uma comunidade de amigos ao seu redor. Isso torna o envelhecimento suportável, se não divertido. Os idosos também podem trocar dicas e informações e sentir que têm um sistema de suporte passando pelas mesmas coisas que eles.

Mantenha-se ativo com os amigos

É difícil manter-se motivado com o exercício se um idoso mora sozinho ou em um lar de idosos estéril. No entanto, é mais fácil manter-se ativo se você tiver amigos ao seu redor pedindo que você faça caminhadas ou trabalhe no jardim. Um forte sistema de apoio mantém as pessoas física e mentalmente felizes. Grupos de coabitação podem até criar sua programação semanal juntos e fazer o que gostam: de viagens a jogos em casa. É fácil encontrar essas opções se você já é amigo!

Privacidade e Controle

Um dos principais benefícios das opções de acomodação para idosos é que as pessoas têm controle sobre sua vida. Perder o controle e a independência são duas coisas que os idosos realmente enfrentam quando envelhecem e param de trabalhar. Em vez de serem enviados para uma casa de repouso estranha, os idosos estão escolhendo viver com pessoas que conhecem. Eles podem ter seu próprio quarto ou apartamento enquanto ainda estão com companhia. Na maioria dos lares de idosos, as pessoas precisam compartilhar quartos com as pessoas, mas nem sempre podem escolher. Colegas de quarto que lidam com demência ou depressão podem dificultar a vida. Por exemplo, eles podem ter terror noturno, episódios de gritos e muito mais. Escolher a privacidade em um ambiente seguro de coabitação melhora a qualidade de vida de todos.

Opção acessível para todos

Os lares de idosos podem ser muito caros, mesmo com seguro. Se alguém não tem seguro, pode ser muito difícil comprar uma casa de repouso com muitas comodidades extras. A moradia compartilhada oferece aos idosos mais opções para seus anos posteriores, sem quebrar o orçamento do banco ou de suas famílias. Todos os idosos compartilham as despesas em uma casa assim: da conta de serviços públicos e do aluguel aos alimentos e cuidados de saúde.

Paz de espírito

Graças à comunidade, os idosos sempre terão alguém por perto. Se eles morassem sozinhos em casa, poderia levar horas ou dias para alguém perceber que havia uma queda ou uma doença. Na coabitação, há outras pessoas por perto que perceberão se não virem alguém. Dá a todos a tranquilidade de saber que seu ente querido está seguro. Se alguém tiver um problema médico, a comunidade saberá a respeito e poderá até checar seu amigo. Além disso, verificações regulares de bem-estar podem ser realizadas pelos profissionais de saúde que as pessoas escolhem visitar a casa.

Muitas opções de assistência médica

Um ambiente de cohousing pode ter qualquer nível de assistência médica. Alguns idosos entram e contratam enfermeiros para ajudá-los 24 horas por dia, enquanto outros só têm profissionais que passam uma ou duas horas por dia. Dito isto, se alguém adoece, seus amigos estão por perto para apoiá-lo, mesmo nos últimos anos. Ter uma comunidade por perto evita que muitos problemas aconteçam. Cabe aos idosos e suas famílias pensar sobre o nível de atendimento necessário. A melhor parte do cohousing é que todo mundo tem voz na equipe de suporte. Os idosos podem ajudar a entrevistar candidatos e as famílias sempre saberão quem está trabalhando com seu ente querido a qualquer momento.

Impeça as histórias de horror

A notícia está cheia de histórias de horror em casas de repouso onde idosos são vítimas de abuso físico ou emocional. As famílias podem ter certeza de que seu ente querido não será negligenciado se estiver morando com seus amigos. Muitos lares de idosos também têm poucos funcionários de qualidade, e é por isso que a negligência acontece. Co-morar com amigos é uma ótima solução para famílias que querem saber que seu ente querido está seguro, feliz e bem cuidado.

Ninguém precisa perder seus últimos anos em um lar de idosos estéril. Em vez disso, a coabitação proporciona aos idosos independência, privacidade e comunidade. Eles podem passar os últimos anos rindo, cozinhando e se conectando com pessoas da sua idade. As famílias não precisam mais se preocupar com o cuidado, uma vez que as pessoas não conseguem mais viver sozinhas. Converse hoje com seus familiares mais velhos para explorar essa rica alternativa aos lares de idosos. Tem benefícios mentais e físicos duradouros, económicos e seguros. Agora espere até o último minuto para pensar nessa opção. Um pouco de planejamento hoje pode tornar a convivência com amigos uma realidade para você ou seu parente.

Asilos são tradicionais. Vamos entrar na nova tendência. Diga a seus entes queridos mais sobre o CoHousing com amigos, espalhando a notícia sobre este artigo.

Nosso conteúdo é criado da melhor maneira possível, mas é de natureza geral e não pode, de forma alguma, substituir uma consulta individual com seu médico. Sua saúde é importante para nós!

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM




COMENTÁRIOS