Algumas pessoas têm medo de ficar sozinhas. Eles apenas se contentam com alguém só porque não querem ficar sozinhos. Até as pessoas muito inteligentes e maduras se relacionam com pessoas que não gostam, pois precisam de um relacionamento para que o objectivo da sua vida seja cumprido.

Há tantas pessoas por aí que têm medo de ficar sozinhas.

Elas estão constantemente a ser pressionadas pela sociedade para encontrar alguém e ter uma pessoa especial para a sua vida. Sem esse “alguém”, elas são identificadas como incompletas. Mas por que é que alguém precisaria de outro indivíduo para ser completo? Elas estarão completas se encontrarem um parceiro?

A maioria de nós está tão desesperada e tendemos a aceitar qualquer pessoa que entre na nossa vida. Mas já tiveste a oportunidade de perceber que ficar sozinho não é assim tão mau? Não é uma doença ou maldição que se deve ter medo. Ficar sozinho não significa que estás infeliz e não estás satisfeito. Portanto, não deixes que o julgamento da sociedade te faça sentir deprimido.

Estar sozinho é, de fato, uma bênção disfarçada.

Quando estás sozinho, podes entender-te melhor. Podes tratar-te da maneira que mereces. Ninguém estará lá para te dar esperanças ou decepcionar-te. Então, fica sozinho se precisares. Mas nunca te contentes com o amor pela metade.

Ficar sozinho é muito melhor do que se contentar com alguém de m3rda. Ficar sozinho é melhor do que estar com uma pessoa que torna a tua vida num inferno. Quem torturará os teus sentimentos e te fará odiar a tua própria vida?

Então, fica sozinho até encontrar alguém que saiba o teu valor.

Quem vê o mundo inteiro através de teus olhos e quem te ama como nada. Aceita apenas uma pessoa que contará todos os seus gastos. Essa pessoa vai inspirar-te e ensinar-te a amar a tua própria vida.

Afinal, tens apenas uma vida. Aproveita essa vida da maneira mais bonita possível. A chave para tornar a tua vida o céu está nas tuas próprias mãos!

Por: Catarina Mendes

Photo by Yohann LIBOT on Unsplash

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS