Educar uma criança não é nada fácil. Aliás, um dos maiores medos de todos os pais é não saber como educar um ser humano para uma vida futura, de forma a que se torne num bom homem ou numa boa mulher. Mas apesar de cada um de nós educar de uma maneira diferente as nossas crianças – pois, claro, também depende da educação que tivemos – a verdade é que existem algumas regras de ouro que nunca devem ser quebradas para que os nossos filhos aprendam a ter disciplina e não se tornem em adultos mal-comportados e sem limites!

Aplica estas 6 regras na educação dos teus filhos e vais ver que eles vão acabar por se tornar em jovens educados, sociáveis e disciplinados!

1. Consistência

Se castigas o teu filho por algum motivo, quando voltar a cometer o mesmo erro deves voltar a castigá-lo!

2. Não aos acordos sem acompanhamento

Se dizes que vais fazer algo e não fazes, é normal que as crianças aprendam que na realidade nunca fazes o que dizes! Por isso, se por exemplo, estás a fazer compras e dizes que vão para casa caso não pare de gritar, é bom que o faças mesmo se já estiveres quase a terminar se ele continuar a gritar. Caso contrário nunca te levará a sério.

3. Acompanhar sempre os castigos

Basicamente é como a regra anterior, mas neste caso é relativamente aos castigos. Se o castigo que lhe deste aplica-se durante um mês, convém controlares o tempo, caso contrário, mais uma vez ele não te vai levar a sério e claro que a tua credibilidade enquanto mãe/pai vai diminuindo.

4. Recompensa

Claro que educar não é só castigar. As crianças também devem ser recompensadas quando têm bons comportamentos, desde serem encorajadas, reconhecidas pelo comportamento, terem mais permissões ou privilégios extras.

5. Regras para os filhos, não para os pais

As crianças têm muita tendência de “virar o jogo”, exigindo que os pais cumpram as mesmas regras que lhes impuseram, mas a questão é que quem está a ser educada é a criança, não os pais. Por isso, não deixes que o teu filho te domine e assume a autoridade na sua educação.

6. Saber dizer ” não”

Por muito que queiramos agradar os nossos filhos e queiramos dar-lhes tudo o que não tivemos em crianças, é também muito importante saber dizer “não” quando acharmos necessário. Caso contrário, poderá tornar-se numa criança anti-social, e demasiado mimada que simplesmente está habituada a ter tudo o que quer – algo que o irá prejudicar no futuro quando se aperceber que afinal nem sempre funciona assim.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS