Alguns desses estudos aprofundam a questão e asseguram que o ato de fazer amor muitas vezes pode ajudar a curar certas doenças.

Os especialistas coincidem quando se trata de destacar os benefícios de manter a intimidade com seu parceiro, pelo menos duas vezes por semana.

Especialistas apontam que fazer amor periodicamente ajuda nosso corpo a liberar imunoglobulina, um anticorpo que nos protege de infecções e outras doenças.

Portanto, relacionamentos prazerosos podem se tornar o principal analgésico da população.

Os benefícios afetam todo o nosso corpo. Portanto, a prática da intimidade pode se traduzir em benefícios em nossa saúde mental, circulação sanguínea, incontinência, musculatura, etc.

Em seguida, detalhamos uma série de doenças que poderiam ser curadas fazendo amor periodicamente.

1. Dores de cabeça

Também pode ajudar a aliviar dores de cabeça, graças à liberação de ocitocina e aumento de endorfinas. Essas hormonas ajudam nosso corpo e mente a relaxar naturalmente.

2. Problemas de pele

Também nos ajudará a ter uma pele radiante. Faz-nos liberar toxinas e isso é refletido diretamente na aparência da nossa pele.

3. Anti-depressivo

Ajuda a melhorar nossa auto-estima, pois é um anti-depressivo dos mais eficazes.

4. Insónias

O efeito de relaxamento do auge ajuda a liberar a tensão e a promover o sono após esse ato.

5. cancro de mama

Essa atividade é uma das principais barreiras à proteção contra o cancro de mama, assim como o cancro de próstata. A estimulação da mama faz com que a mulher libere oxitocina, uma hormona que protege contra o surgimento desse tipo de cancro.

6. gripe

Sim, enquanto você lê, até mesmo para a gripe, funciona. Em tempos de gripe, fazer amor é o melhor remédio. A produção de anticorpos é desencadeada durante o prazer e, graças a isso, temos um poderoso antiviral.

7. MÚSCULOS cansados

O ato em si é um relaxante muscular perfeito. É o melhor exercício para combater as sobrecargas musculares e articulares.

8. Coração

A prática da intimidade é geralmente um aliado fundamental para um bom funcionamento do coração. Segundo os especialistas, ajuda a reduzir o risco de ataques cardíacos e outros problemas cardíacos.

9. incontinência urinária

Normalmente, fazer amor será essencial para combater a incontinência urinária. Ao realizar este ato, a pélvis é fortalecida e, portanto, as odiadas perdas de urina são evitadas.

10. Próstata

Reduz o risco de cancro da próstata. É como uma barreira protetora contra o surgimento de possíveis tumores.

Aqui vai uma listinha de todos os benefícios de fazer “o amor” e como este contribui para a nossa saúde e bem-estar:

– O relaxamento propiciado pelo “o amor”, que se intensifica após o auge, leva oxigénio e nutrientes para todas as partes do corpo.
– Melhora o aspecto da pele e a saúde dos fios, principalmente do cabelo.
– Exercita músculos diferentes do corpo e a oxigenação ajuda na formação das fibras musculares.
– A oxigenação provocada pelo auge também chega ao cérebro, estimulando os neurónios e ajudando a fixar a memória, entre outros benefícios.
– Melhora a qualidade do sono e aumenta a disposição no dia seguinte.
– Combate a depressão e o transtorno de ansiedade.
– Fortalece o sistema imunológico e aumentam a resistência física.
– Melhora muito a vida a dois.
– Por fim, ficar sem também não faz mal.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM



COMENTÁRIOS