Este é o texto que guardo para mim, o texto que nunca tive coragem suficiente para te contar, o texto que ficou por terminar.

Hoje vivo infeliz deixei de acreditar nos homens e principalmente no amor porque tu nunca pensaste no estrago e na dor que me causas te.

“Agora olha na minha cara e diz que foi tudo dito pela boca fora.”

Toda a gente me diz não penses mais nele, não chores mais por ele, ele nem merece isso, tu mereces melhor, mereces ser valorizada! O culpado de tudo foste mesmo tu porque me prometias-me o mundo novo, e nunca me irás fazer sofrer e ias realizar todos os meus sonhos e no fim de contas estragaste tudo estragaste os planos e os sonhos. Esperei imenso de ti, e não tinhas nada para me oferecer eras vazio de sentimentos tinhas um coração de pedra, e que não se quebrava por ninguém! Lembraste das promessas que me prometeste? Agora olha na minha cara e diz que foi tudo dito pela boca fora. Chorei imenso por ti não tinha direção para onde seguir em frente, mas nem nunca te preocupaste comigo.

Porque o que tu fizeste exatamente aquilo que uma pessoa que ama não o faz. Foste embora e nem uma única explicação me deste simplesmente partiste.

“(…) estava tão cega e gostava tanto de ti achava sempre que estavas diferente (…)”

Nesse instante perdi tudo, perdi o meu amor próprio. Sempre me disseste: “nunca te vou fazer sofrer nem chorar” foi mesmo isso que fizeste parabéns, conseguiste fazer isso inúmeras vezes, mas como eu estava tão cega e gostava tanto de ti achava sempre que estavas diferente e não para pior, mas para te tornares em tudo aquilo que eu queria encontrar.

E fim disto tudo estou aqui eu a morrer de saudades tuas, a morrer mesmo, depois deste tempo longe, e ainda é o teu nome que me lembro todas as noites, todas as manhãs, ainda choro ao relembrar o teu sorriso.

Na verdade, tu estás a tornar-te na pessoa que disseste que nunca serias. E isso só faz de ti uma pessoa lamentavelmente fútil. Pois pode ser exatamente nesse momento que se faça luz na tua cabeça e que percebas que perdeste a lua enquanto contavas a estrelas. Certamente um dia iremo-nos encontrar na rua e os nossos olhares irão cruzar-se, não nego que os meus olhos irão brilhar quando te observarem, mas não terei coragem de te dizer um olá. Duas datas importantes para mim que tu ignoras-te por completo, isso destruiu toda a esperança que tinha em relação a nós (..)!

“(…) sempre me defendi contra tudo e contra todos, mas contigo baixei-me a guarda e entreguei-me.”

Lembro-me como juntaste todas as peças com a promessa do para “sempre “. Agora as peças estão desfeitas e perdidas, e graças a ti não serei capaz de amar tão cedo. Talvez aí entendas que cometeste o maior erro ao deixar-me ser livre a caminhar para o outro lado do oceano, talvez leves uma chapada de ar fresco na cara e te arrependas de todas as vezes que deixaste o meu ‘ amo-te ‘ sem resposta, mas quero que saibas que aí será tarde demais porque terei as feridas cicatrizadas, mas não penses que te vou esquecer, vou manter vivo tudo aquilo que vivemos sabes porquê? Para que os delírios de uma vida a teu lado sejam transportados para a realidade. Nunca me apeguei, nunca me permiti sentir saudades, nem chorar fosse por quem fosse, acredita, sempre me defendi contra tudo e contra todos, mas contigo baixei-me a guarda e entreguei-me.

Há acontecimentos que nos despertam. E após esse despertar algo em nós muda, muda a nossa maneira de ver as coisas, muda a nossa maneira de nos vermos e de ver os outros. Uns chegam para ficar, outros chegam apenas de passagem. Se a vida é fácil sem ti? Nem sempre. E queres a verdade eu ainda te amo, por muito mais mulheres que tenhas estado depois termos acabado e espero bem que nenhuma tenha ocupado o meu lugar, sinto saudades das tuas parvoíces, dos teus beijos, dos teus carinhos, dos teus abraços, porra após tantos erros da tua parte queria-te de volta!  Apaixonei-me nas primeiras trocas de olhares pelas janelas da porta, o teu sorriso encantou-me não me saia da mente um segundo que fosse.

Sem querer, gostei de gostar de ti e quis-te mais do que normal.

O meu corpo pede por ti.

Com grande pena da minha parte despeço-me de ti meu grande e único amor amo-te incondicionalmente.

Imagem de capa: Matyuschenko, Shutterstock

PORMarlý Costeira
Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM