Imagem de capa: Petrenko Andriy, Shutterstock

Raramente te faço pedidos.. Mas hoje peço-te que leias isto até ao fim.. São palavras que deveriam ter sido ouvidas por ti já há algum tempo.. Mas eu, nunca tive coragem de pronuncia-las.. Não é por nada mas sempre que tentava, a minha mente apagava-se e, sabes porquê? Eu explico-te: a verdade é que quando estou contigo nada mais me importa.. Apenas sinto que estou bem e,  olhar pra ti traz-me uma paz e tranquilidade tal, que não conseguiria descrevê-la ao certo.

Tenho uma vida meio difícil ( difícil ), nem tudo o que planeio dá certo, ultimamente tenho tido muitos tropeços em minhas tentativas e, nem sempre é fácil levar tudo na normalidade e continuar.. Mas mesmo em meio a esses momentos, consegues milagrosamente fazer-me sorrir.. Ao ver-te esqueço todos os meus problemas e, como um passe de mágica, eles simplesmente desaparecem.

“Mas digo-te desde já que isso não estava previsto surgir em mim..”

O que escrevo parece se assemelhar a uma declaração de amor mas não, não é e, nós os dois sabemos disso.. Não sei bem o que é mas, isso é o que menos importa.. O que importa é saberes que causas em mim o que ninguém nunca causou.. Um sentimento que foi se tornando cada vez mais profundo, incontrolável, não sei, indestrutível, sim, essa é a palavra certa.. Mas digo-te desde já que isso não estava previsto surgir em mim.. Aceitei  partilhar minha vida contigo sabendo e estando ciente da tua.. Por isso eu sei bem que o meu coração foi longe de mais.. Mas consigo controlar-me e tomar conta dele.. É só eu admitir que cheguei tarde em tua vida e que já eras feliz sem mim.. E isso não quero ser eu a estragar.. Lembrar isso sempre custam-me algumas lágrimas mas, logo faz-me ficar no lugar onde devo estar, sem me exceder.

Ter te conhecido fez de mim uma pessoa melhor, diferente, renovada.. És tu a razão dos meus sorrisos quando estou triste e sozinha.. És tu que ocupas o meu pensamento na maior parte do  meu dia.. Sabias que conto os dias que faltam para eu poder te ver? Odeio descutir  contigo, meu semblante muda e, não consigo esconder minha tristeza.. Sou muito realista ( dizes que é pessimismo ) e, sei que um dia posso vir a perder-te mas, nunca estarei preparada para isso.. Minha vontade é de um dia poder te chamar de “meu amor” e todos os nomes mais carinhosos do mundo.. Não sabes como eu me sentiria se me chamasses assim..

“(…) nunca ninguém passou a mão no meu rosto e disse que não queria me perder..”

As vezes sou muito rabugenta e chata contigo, as vezes digo-te que “essas coisas de amor nas novelas irritam-me”, mas talvez seja porque eu nunca recebi um carinho aprofundado, um “eu te amo” e, nunca ninguém passou a mão no meu rosto e disse que não queria me perder..

Sei pouco sobre o amor e “como se faz para manter alguém por perto”.. Digo para mim mesma que não acredito no amor e faço-me de insensível.. Mas na verdade só precisava apenas de sentir os dedos de outra mão entrelaçados nos meus, para acreditar que não estou sozinha nessa “grande loucura que é a vida”..

Mas sabes que mais? Eu vou esperar, tu dás-me ânimo para isso.. Vou esperar pelo dia em que talvez estejas pronto para, quem sabe, desenvolveres algum sentimento por mim..  Mas por agora, tu estás a ser tão feliz ao lado da razão da tua alegria, que seria injusto se eu estragasse isso.. Eu quero é ver-te feliz.. E vocês são perfeitos um para o outro e, cada dia me convenço disso.. E eu? Ahh.. Eu tenho tantos defeitos, que nem se vêem as minhas poucas qualidades.

“Não finjas gostar se não gostares mais..”

Antes que te canses de ler, há uma coisa que quero que saibas : És o melhor que já me aconteceu e, mesmo que um dia a vida me apague de tua mente, sempre, mas sempre estarás guardado em mim.. Sinto por ti, o que tenho a certeza que jamais sentirei por outro alguém.. Posso vir a sentir algo parecido mas, nunca com a mesma intensidade que esta.. Admiro tudo (quase tudo, também tens teus defeitos e manias de vez em quando) que há em ti, desde o teu sorriso raro até a tua personalidade, a forma como encaras a vida frente a frente, com a auto-estima sempre elevada.. Quando gostas, sabes perfeitamente como agradar e cuidar de alguém e isso, hoje em dia é muito raro.
Sou muito grata por tua amizade e, quem me dera tê-la para sempre (mesmo que “para sempre” não exista ).. Mas, quando não te agradar mais minha presença em ti, não precisas te importar comigo.. Não finjas gostar se não gostares mais.. Não me dês carinho se for a força.. Guarda esses gestos para o amor da tua vida.. Não quero que sintas pena de mim.. Eu vou ficar bem (aparentemente), tentar compreender e, depois esperar que passe.

Ei, cuida-te coisa linda.. Adoro-te muito (prefiro usar essa palavra, para não ficar estranho se eu disser que “te amo”) e, se algum dia eu negar isso tão repentinamente, por favor, não acredites!!
– QCM

PORQuéssia Colombo
Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM