A igualdade de géneros têm sido um assunto bastante debatido em todo o Mundo há há décadas, no entanto, pouco foi feito nesse sentido. Felizmente, a Islândia decidiu tomar a iniciativa e desde o dia 1 de Janeiro de 2018 passou a ser ilegal os homens receberem mais do que as mulheres no mesmo local de trabalho.

De acordo com a nova legislação, as empresas e agências governamentais que empregam mais de 25 funcionários, serão obrigados, por lei, a obter o reconhecimento oficial do governo pelas suas políticas de igualdade de remuneração através de um certificado.

Dagny Osk Aradottir Pind, um membro do conselho da Associação dos Direitos das Mulheres Islandesas, disse numa entrevista:

“(É) um mecanismo para garantir que mulheres e homens sejam pagos igualmente. Tivemos uma legislação a dizer que o pagamento deve ser igual para homens e mulheres há décadas, mas ainda temos uma diferença salarial.”

Esta alteração da lei já havia sido anunciada a dia 8 de Março de 2017, Dia Internacional da Mulher, no entanto só entrou em vigor a dia 1 de Janeiro de 2018.

Classificado como o melhor país pelo Fórum Econômico Mundial (WEF) como o país com maior igualdade de gênero do mundo, esta sua nova lei é sem dúvida uma vitória para as mulheres islandesas na luta pela igualdade que esperemos que sirva de exemplo para todos os outros países do Mundo!

Fonte: Unilad

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM