Por muito irreal que esta história possa parecer, acredita que é bem real!

Esta situação passou-se na Rússia, numa bairro chamado Khabarovsk, e começou há três anos quando alguém se tentou “livrar” de um pequeno cachorrinho ao atirá-lo para um minúsculo espaço entre um prédio e uma loja, achando que o animal não iria sobreviver por ser tão pequenino. No entanto, este acabou por conseguir escapar ao destino fatal com a pouca comida que as pessoas ia atirando para o buraco e com a água da chuva.

Apesar de ouvirem o animal ganir e latir, por algum motivo, nunca ninguém se lembrou de ajudar o pequeno e indefeso animal que acabou por ficar preso naquela escuridão durante três anos.

Felizmente, activistas dos direitos dos animais ouviram o seu “grito de ajuda” e decidiram tomar uma atitude, no entanto, precisavam de uma autorização da câmara municipal para poderem deitar a parede abaixo e resgatarem finalmente o animal, mas as imensas burocracias necessárias acabaram por dificultar a operação.

Fartos do tempo que a cidade estava a demorar para lhes dar autorização, decidiram entrar em ação sem uma permissão oficial quando as pessoas do prédio em questão começaram a ameaçar matar o animal por estarem tão fartas do seu choro e latidos.

Tentando danificar ao mínimo o prédio, os activistas alargaram o buraco o espaço suficiente para que uma mulher magra pudesse passar entre ele e conseguir pegar no animal.

Apesar de estar visivelmente traumatizado e assustado, o cachorro até estava em boas condições e pela primeira vez na vida sentiu a luz do dia tocar-lhe no corpo!

Felizmente a sua história acabou por ir parar à TV local, o que facilitou a procura de um novo lar para Volva (significa “liberdade” em russo, como tão carinhosamente foi chamado) que entretanto já encontrou uma família que lhe dá todo o amor e carinho que ele tanto merece.

Sem dúvida uma prova de que, apesar de todo o mal que existe no Mundo, ainda existe quem se preocupe com os que não se conseguem defender!

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM