Chega um momento em que as pessoas cansam. Cansam de sofrer por alguém, cansam de toda aquela dor, e perdem o interesse em investir em quem não vale a pena.

Sofrer gasta muita energia, e por isso chega uma hora em que cai uma ficha que avisa: “Tu não precisas mais passar por isto”!

E aí, fica o caminho aberto à nossa frente.

A decisão de ficar no mesmo lugar ou seguir em frente é somente nossa. A decisão de preservar a nossa própria vida, dignidade, respeito e amor é somente nossa.

É que chega um ponto que cansa demais! As pessoas não desistem de quem amam, mas cansam de não ser correspondidas, de não ser amadas. Amadas como deve ser e não apenas cortejadas.

Uma pessoa apaixonada investe mesmo! Quando uma pessoa está afim de alguém, ela vai fundo nos propósitos. Vai propor encontros, fazer planos, mostrar ciúmes e ter saudades. Ela estará presente, e desejará ser valorizada. A partir do momento em que alguém deixar de se importar, é porque certamente essa pessoa perdeu o interesse.

E vou dizer mais, não há nada que segure uma pessoa decidida a ir embora!

As pessoas muitas vezes até demoram para tomar uma atitude, mas quando resolvem seguir em frente é porque esgotaram todas as chances, foram ao fundo do pote, viveram todos os “e se”, ouviram todos os conselhos e passaram a praticar os próprios – seguir em frente!

Não dá para consertar o que não tem conserto. Esse não é o papel de ninguém, muito menos o teu. Não penses que daqui a dois anos aquela pessoa vai melhorar e vai começar a dar-te valor, porque quando chegares lá tu vais sentir frustração por perceberes que nada mudou.

Não cries tantas expectativas quando o teu coração já alertou sobre as possíveis falhas que te farão cansar mais tarde ou mais cedo.

Certo, todos temos falhas, mas quando a gente nota desinteresse e falta de afeto da parte do outro, é razão suficiente para seguir em frente.

É triste admitir que certos parceiros não são suficientes para nós, e não por questão de capacidade, mas por preguiça e comodismo.

Não dá para viver de pequenezas, nem se satisfazer com migalhas muito menos se acostumar com isso.

Viver de migalhas torna-se impossível quando percebemos que merecemos algo inteiro que preencha os nossos corações e vidas de forma inteira e amorosa.

A verdade é que quando o desinteresse do outro nos faz cansar, faz-nos cansar mesmo! E quando uma pessoa decide desistir, ela vai segura e cheia de si. Vai em frente sabendo que fez tudo o que pôde e que algo de maior valor a espera mais à frente.

E ela não sai para buscar outra pessoa. Ela sai para se resgatar a si mesma.

A pessoa pode sofrer, criar mágoas dentro de si, mas uma hora isso tudo seca e ela passa a perceber que os valores que possui podem salvá-la de qualquer tempestade.

As pessoas quando entram numa relação e estão empenhadas em fazer dar certo, apostam forte, nutrem sentimentos, entregam-se, vivem cada momento. Mas quando saem, é para não voltar e o seu silêncio será a resposta, a prova de que aquela pessoa se cansou. Ela foi embora.

Por: Anieli Talon

Imagem de capa: nd3000, Shutterstock

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM