Spence-Chapin é uma agência de adopção que desde 1908 se dedica a ajudar a encontrar famílias para crianças, independentemente da suas necessidades ou circunstâncias, e fornecer aconselhamento e apoio para estas e para as suas famílias de onde nasceram ou a quem foram confiadas.

Há pouco mais de um ano, esta agência colocou um anúncio à procura de “doadores de carinho” a bebés ou crianças que aguardam ser adoptadas ou que tenham sido afastadas temporariamente da sua família.

Os voluntários iriam poder cuidar de bebés de 2 a 6 semanas, depois de terem participado de um minicurso de formação oferecido pela ONG e a única obrigação que tinham era fazer um diário e tirar algumas fotografias para mostrarem às crianças quando elas forem mais velhas, desempenhando um papel fundamente na inserção da criança na sua família adoptiva ou até mesmo na sua reintegração na família biológica.

Sem dúvida uma excelente iniciativa não só para o bem destas crianças que acabam por ser as que mais sofrem nestas situações, como para os voluntários que iriam ter a possibilidade de partilhar todo o seu amor e carinho e contribuirem para o bem estar de crianças indefesas!

Para quem não sabe, no Brasil também existem iniciativas deste género, onde é possível “apadrinhar” uma criança e ajudá-la durante o seu crescimento, sem ter de a adoptar!

Para mais informações, consulta o Portal Padrinho Nota 10!

FONTEGreenme
Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM