Um dos problemas de fazer uma tatuagem é que ao final de algum tempo podemos vir a achar que a escolha não foi tão boa como nos parecia quando a fizemos. Foi exactamente o que aconteceu neste caso.

Wayne O’Toole, decidiu voltar ao mesmo estúdio que lhe havia feito uma tatuagem tribal no ombro, o The Tattoo Studio em Bristol, Inglaterra, e o que aconteceu foi verdadeiramente incrível. Tanto no que diz respeito ao trabalho, como à forma como o mesmo se propagou pelas redes sociais.

Tudo começou com esta tatuagem, uma “simples” tribal:

O Wayne ponderou em remover a tatuagem a lazer, mas o tatuador, Ben Boston, acabou por convencê-lo de que seria muito melhor opção trabalhar por cima dela e no final conseguir um resultado que o agradasse e que não o obrigasse a gastar os rios de dinheiro que custa uma intervenção de remoção de tatuagens. Teria de ser um salto de fé dado pelo tatuado, claro, e respeitando isso o tatuador trabalhou por 30 loooongas horas, com um intervalo apenas e com muito empenho e amor.

A primeira fase foi a escolha do tema e a escolha recaiu sobre a Primeira e a Segunda Grandes Guerras e o esboço foi feito.

Longe de parecer que iria resultar numa grande coisa não é? Pois, mas então agora vejam o resultado.

Uma autêntica obra de arte, que não só cobriu a tatuagem frustrante que o Wayne tinha no ombro, mas também uma outra que ele tinha no ante-braço e que também já não o agradava muito.

Como vos tinha dito, um resultado digno de um quadro de um pintor de renome. Mas não ficou por aqui a história. Ben, como é normal acontecer, partilhou esta história no Facebook do estúdio e em pouco tempo milhares de pessoas reagiram à mesma, levando ao ponto de o estúdio estar com marcações cheias até….. 2018!!! Inspirador, não vos parece?

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM