Todos nós precisamos sempre de um pouco de carinho e atenção, mas existe quem seja tão carente que acaba por se tornar demasiado exigente e até irritante, podendo mesmo prejudicar uma relação!

No entanto, nem todas as pessoas que o são têm essa noção.

Felizmente, existem alguns sinais que te ajudam a perceber se poderás ser uma pessoa demasiado carente (ou não):

1. Procuras o(a) teu(tua) parceiro(a) para te fazer feliz;

2. Procuras o(a) teu(tua) parceiro(a) para satisfazeres todas as tuas necessidades de amor, sexo e suporte;

3. Sentes-te abandonada(o) se o(a) teu(tua) parceiro(a) não estiver disponível;

4. Ficas chateada(o) se o(a) teu(tua) parceiro(a) não reagir da forma que gostavas;

5. É-te difícil estar sozinha(o);

6. O teu relacionamento é o centro do teu universo;

7. Incomoda-te se não estiveres incluída(o) nos planos do(a) teu(tua) parceiro(a);

8. Ficas com ciúmes de coisas que ele(ela) faz sem ti.

Se te identificas com estes sinais, existem diversas formas de superares a tua carência emocional:

Torna-te mais consciente

A consciência é o primeiro passo para reconheceres que existe um problema com a forma como te relacionas com os outros e o aumento da ansiedade. Começa a explorar a tua ansiedade e como te podes tornar menos carente.

fica atenta(o)

Aprende a lidar com a tua ansiedade e as incertezas da vida. Aceita como te sentes e não te julgues a ti mesma(o).

tem paciência

Se mandaste uma mensagem a alguém (via telefone, texto, e-mail), dá-lhe tempo para responder. Não há necessidade de enviares novamente.

não sufoques ninguém

Não importa o quão chegada(o) sejas a essa pessoa. Não é saudável passares todo o teu tempo com ele(ela).

Melhora a tua auto-estima

Começa a fazer coisas por ti própria(o), aprende a ser solteira(o), concentra-te em ti mesma(o) e o que fazes – ou não fazes – para contribuir com o desaparecimento da relação.

aprende a confiar

A necessidade é frequentemente associada ao não confiar nos outros e, muitas vezes, ao medo do abandono.

tenta ser mais independente

A verdadeira falta de carência começa quando páras de depender dos outros para cuidares de ti e procuras a realização externamente.

FONTEYour Tango
Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM