Engordar, para algumas pessoas, é algo super fácil, porque não conseguem combater a gula, porque apesar de até fazerem uma alimentação equilibrada, comem bem mais do que aquilo que necessitam, ou mesmo porque levam uma vida demasiado sedentária.

No entanto, apesar de todos estes factores serem variantes, há alguns alimentos que facilitam na hora da “engorda”, portanto se os poderes evitar vais ver que consegues perder aqueles quilinhos a mais que ganhaste sem te aperceber.

Portanto pega no teu bloco de notas e aponta aí os alimentos que deves, não parar de comer, mas sim comer com bem mais moderação (isto porque a meu ver, o nosso corpo precisa de tudo um pouco).

Frutos secos:

Apesar de serem considerandos uma fonte alta de proteínas e ricos em gordura considerada saudável, são alimentos super calóricos, o que significa que não podes simplesmente devorar uma montanha de nozes só porque é saudável, tenham atenção às calorias dos alimentos e as quantidades.

Comida sem glúten:

O gluten é uma substância presente em alimentos ricos em hidratos de carbono, como o pão, massa, arroz… Ora portanto se não queres engordar é nesses alimentos que deves cortar, e não investir em produtos sem glúten a menos que sofras de algum tipo de intolerância.

Manteiga de amendoim:

É sem dúvida um alimento que se deve consumir diariamente, mas é também altamente calórico, por isso não devores o teu pote de manteiga de amendoim às colheres porque se não a tua balança vai-se queixar.

Barras de cereais

Muitas das barras de cereais vendidas no supermercado estão cheias de açúcar e possuem outras substâncias como corantes, conservantes e xarope de milho. Presta atenção no momento da compra e analisa com cuidado as informações nutricionais presentes na embalagem. Opta por barras que não contenham açúcar ou gorduras, compostas por alimentos integrais como chia e aveia.

Sumos de frutas:

O refrigerante com gás nem vale a pena falarmos, toda a gente sabe que engorda imenso. O que provavelmente não sabes é que grande parte dos néctares de pacote estão carregados de água, açúcar e aditivos químicos. Na verdade isso não é ilegal pois o Ministério da Agricultura prevê que estas bebidas contenham pelo menos 30% a 50% de sumo, conforme a fruta.

Carne vermelha:

O maior problema da carne vermelha é carregar ácido araquidónico, uma substância pró-inflamatória que, em excesso, deixa o organismo resistente à perda de peso.

Bolachas cream Cracker:

Não tem muitas calorias, até aí tudo bem. Por outro lado estão carregadas de gordura, isto para deixá-las mais cremosas e crocantes. Além disso, tem uma digestão rápida e a fome vai voltar mais depressa do que desejas.

Salada com molhos:

Muita gente começa a dieta e incluí a salada na sua refeição, mas vejamos, o problema não está na alface, tomate ou outros legumes que utilizes, está nos molhos adicionados e que muitas vezes pensams que é saudável. Por isso, se querem adicionar molho a vossa salada para ficar mais saboroso, não optem por molhos industrializados, prefiram os clássicos: azeite e vinagre.

Smoothies e Batidos:

Mesmo que contenham na sua composição ingredientes frescos e nutritivos, os smoothies podem incluir uma grande quantidade de calorias extra, especialmente se não forem feitos por ti. Por exemplo, por cada batido que bebes tranquilamente numa esplanada podes estar a ingerir cerca de 550 calorias!

Abacate:

Apesar de conter muitas substâncias que ajudam no emagrecimento, não deixa de ser uma fruta super calórica, que precisa de atenção redobrada quando consumimos. Cuidado com o excesso deste alimento, tem mesmo de ser consumido na quantidade certa.

Granola ou Muesli:

Graças ao açúcar, ao óleo, às nozes e a outros ingredientes saborosos, o total de calorias presentes num pequeno-almoço à base de granola pode equivaler a 500 calorias por chávena, isto sem contar com as calorias presentes no leite ou no iogurte. Por esta razão, é mais aconselhado que utilizes muesli para complementar as tuas refeições e não como o teu principal ingrediente.

Quinoa:

Provavelmente já ouviste falar dos benefícios deste grão. Mas após ser cozinhado, este substituto para o arroz rico em proteínas contém 222 calorias por chávena que, apesar de ser um valor baixo, pode contribuir para o aumento de peso se for usado como base ou complemento para as tuas refeições.

P.S. Por favor não deixem de comer estes alimentos, só precisam de ter atenção às quantidades que comem uma vez que grande parte deles são alimentos super calóricos. Estes alimentos são também indicados para quem pratica actividade física moderada a intensa diariamente.

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM