Acho que já deu para perceber que eu não me cansei deste tema e que é algo que, honestamente, não me canso nunca, não que viaje muito (infelizmente a carteira não me o permite) mas posso sempre fazer as minhas viagens imaginárias sempre que faço um simples “search” no Google.

Recordo que já fiz outros dois posts: 10 Piscinas de Cortar o Fôlego10 Piscinas de Cortar o Fôlego – Parte 2 e hoje trago-vos a parte 3, que reúne igualmente mais 10 piscinas que vão despertar em ti vontade de visitar cada uma delas (sinceramente, espero que consigas).

Piscina do Hotel Cambrian, Adelboden, Suiça

Piscina infinita aquecida com uma envolvência incrível dos Alpes. Perfeita para nos esquecermos de qualquer problema que a vida imponha.

Piscina do Hotel Unique, São Paulo, Brasil

Próxima de locais famosos da cidade, como a Avenida Paulista e a Cidade Jardim, esta piscina clássica, com tons avermelhados, na cobertura do hotel, oferece-nos uma vista incrível para a cidade.

Piscina do Resort Jumeirah Dhevanafushi, Maldivas

Chamada de piscina estrelada, foi criada para simular um céu cheio de estrelas no seu fundo através de fibra óptica. Foi a primeira piscina do mundo a utilizar este tipo de material. A vista para o infinito é extraordinária e um banho nela quase que nos leva a sentir que estamos a nadar no meio das estrelas. (É sem dúvida um local que algum dia, de alguma forma, terei de visitar!). 

Piscina do Diabo, Nas Cataratas Victoria, Zâmbia

Provavelmente a piscina infinita mais perigosa do mundo, foi formada naturalmente à beira de uma catarata com 110 metros de altura. Apesar de parecer não ter qualquer tipo de segurança, a natureza tratou de deixar uma parede de pedra mesmo no seu limite, mas quem por lá passou, garante que a abordagem ao seu limite não deixa de levar os níveis de adrenalina ao máximo. Mas os guias turísticos garantem que é impossível cair. Foi considerada Património da Humanidade pela UNESCO em 1989 e percebe-se bem porquê…

Ocean Dome em Miyazaki, Japan

Quem é que precisa de viver junto à praia quando tem algo assim perto. O tecto do edifício é retráctil “oferecendo” o céu nos dias em que o tempo está bom, tem um vulcão artificial, a areia dá uma sensação super realista e a piscina é a maior piscina de ondas artificiais do mundo. Como se faltasse ainda alguma coisa, tem um sistema de escorregas de água BRUTAL. Com 300 metros de comprimento e 100 metros de largura teve a sua passagem pelo Guiness Book como o maior parque aquático do mundo.

Piscina InterContinental, Dubai

Com 25 metros, tem uma extensão para uma varanda suspensa com uma vista panorâmica para a Marina do Dubai. ME-DO!!!

Piscina da Chongwe River House (Zâmbia)

Uma piscina junto ao rio Luangwe que oferece uma experiência de safari completamente fora do normal.

Piscina Natural Geotérmica Da Lagoa Azul, Islândia

Com águas quentes (38ºC) é uma visita obrigatória para quem passe pela Islândia. É uma piscina natural de águas azuis originadas pela lama de sílica típica do país. Por lá é possível “receber” uma massagem nas suas cascatas ou, como a água é rica em algas, sais minerais e a tal lama de sílica, aproveitar uma esfoliação natural que deixa a pele como nova. Ah e os campos de lava que a envolvem e que a diferenciam das restantes piscinas deste género que existem na Islândia, fazem este local parecer de outro planeta.

Piscina Natural do Porto Moniz, Madeira, Portugal

Como não poderia deixar de ser, cá por Portugal também há piscinas incríveis e decidi escolher duas dos dois arquipélagos lusitanos. A primeira, na ilha da Madeira, é uma piscina formada por lava vulcânica onde o mar entra enchendo-a de água límpida e cristalina. (Por acaso já tive o prazer de visitar, e sim, é tão linda como se vê na foto. Como podem ver na foto abaixo, tirada por mim, logo pela manhã já está cheia de pessoas). 

Piscina Natural da Ferraria, São Miguel, Açores, Portugal

A sensação nesta piscina natural é verdadeiramente qualquer coisa de especial. Isto porque a água fria do mar se mistura com as águas quentes de duas nascentes termais de origem vulcânica, oferecendo uma sensação única de conforto. É um local obrigatório a quem passa pela ilha de São Miguel, até porque estas águas têm qualidades terapêuticas.

Como também já tive o privilégio de lá me banhar, aqui fica uma foto minha (tive de lá ir num segundo dia, porque neste não havia condições para banhos e no segundo dia não havia condições para fotos, só queria era banhar-me naquele autêntico paraíso aquático).

Espero que tenham gostado do que viram e consigam na vossa vida poder aproveitar algumas destas maravilhas que o nosso planeta tem para nos oferecer…

Partilhar é cuidar!

VÊ TAMBÉM